Segurança

Homem é preso por falsificação e venda de sabão em pó em Orleans

Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão e constatou o crime na tarde desta quarta-feira (27).

Divulgação/Polícia Civil

Através de denúncia anônima, a Polícia Civil de Orleans iniciou uma investigação contra A. do L., de 35 anos, suspeito de estar falsificando sabão em pó. Na tarde desta quarta-feira (27), a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito e constatou que A. do L. estava fabricando os sabões em pó sem autorização da Anvisa. Após a fabricação, o suspeito revendia os produtos.

Os policiais constataram que o suspeito fazia uma mistura para fabricar o sabão em pó e empacotava a mistura em caixas da marca “OMO”. Durante a busca e apreensão foram em encontrados pacotes de sabão em pó de marcas inferiores, um local para misturar o produto, diversas caixas de papelão da marca “OMO” e caixas de papelão da Unilever para empacotar as caixas de sabão em pó. No carro do suspeito também foram encontradas diversas caixas contendo pacotes de “OMO”.

Divulgação/Polícia Civil

A. do L. foi preso em flagrante e vai responder por crime contra o consumidor e será investigado pelo crime de sonegação fiscal. O crime foi constatado pelo suspeito utilizar um material na produção do sabão em pó que é sem procedência, além de não possuir autorização da Anvisa e outros órgãos federais para produção e comercialização.

Divulgação/Polícia Civil

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira