Segurança

Homem que agrediu empresário durante caminhada é condenado em Criciúma

O crime aconteceu em julho de 2017 quando o empresário foi atacado de surpresa, com socos e chutes na cabeça.

Foto: Divulgação

O acusado de agredir um homem enquanto caminhava, no centro de Criciúma, foi condenado pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Criciúma. O crime aconteceu em julho de 2017 quando o empresário foi atacado de surpresa, com socos e chutes na cabeça. Além disso, o acusado foi condenado por ter constrangido outro homem que acompanhava a vítima, sob a ameaça que também iria agredi-lo caso interviesse em favor da vítima. O ataque só foi cessado por ação de uma quarta pessoa, que acompanhava o réu e o retirou do local. A motivação do crime seria porque a vítima estaria assediando a esposa do acusado.

Segundo os autos, as lesões causadas na vítima, além de a impossibilitarem de exercer as atividades habituais por mais de 30 dias, geraram cicatrizes, fraturas, debilidades de olfato e respiratórias, problemas dentários e necessidades de intervenções cirúrgicas corretivas.

O réu, que confessou o crime, foi condenado por lesão corporal grave a dois anos e um mês de reclusão, em regime aberto, e por constrangimento ilegal a quatro meses e dois dias de detenção, em regime aberto. Ele poderá recorrer em liberdade como permaneceu no decorrer do processo. Cabe recurso da decisão no Tribunal de Justiça de Santa Catarina. (Autos nº 0006938-15.2017.8.24.0020)

Notícias Relacionadas

Grupo RB celebra sucesso e ampliações após cinco anos de fundação da primeira loja

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.