Saúde

Içara: imunização contra febre amarela será disponibilizada para quem nunca se vacinou

Vigilância Epidemiológica de Içara intensificará vacinação contra febre amarela para pessoas entre 9 meses e 59 anos.

Foto: Moisés de Souza

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, está estendendo gradativamente a indicação de vacinação contra a febre amarela no país. Em Içara, a Vigilância Epidemiológica orienta que a partir do dia primeiro de fevereiro serão intensificadas as vacinas contra a doença. As pessoas que nunca se vacinaram, entre nove meses e 59 anos de idade, poderão procurar as unidades de saúde que possuem sala de vacinação para receber as doses.

“Anteriormente, a vacina era necessária apenas para quem iria viajar para locais com indicação, mas a partir de agora, com a indicação do Ministério da Saúde para o Sul do estado catarinense estamos disponibilizando a vacina, para montar uma espécie de “escudo contra o vírus”, explicou a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Laura Gomes Maté.

Em Içara, as unidades de saúde que possuem sala de vacina são no Presidente Vargas, Liri, Cristo Rei, Jaqueline, Aurora, Vila Nova I, Esplanada, Primeiro de Maio, Jardim Elizabete, Raichaski e Nossa Senhora de Fátima. “A pessoa deve tomar uma única dose, caso já tenha recebido a imunização não há necessidade de tomar novamente”, completou.

A secretária de Saúde, Jaqueline dos Santos, ressalta que pelo risco da doença atingir nossa região por intermédio dos macacos, é necessária a imunização preventiva. “É importante que as pessoas se conscientizem, pois temos uma preocupação para a doença não se proliferar. Haverá um trabalho de intensificação no mês de fevereiro, mas as vacinas serão disponibilizadas ao longo do ano”, acrescentou. Conforme Jaqueline, em Içara a meta é vacinar 53.639 mil pessoas.

Cuidados importantes devem ser levados em consideração para a vacinação contra a febre amarela, pois há contraindicações:

*Pessoas com reação grave a ovos de galinha;

*Gestantes e mulheres amamentando bebês menores de seis meses somente se forem viajar para locais em que esteja ocorrendo transmissão da doença. Para a gestante é necessário atestado médico autorizando a vacinação. Já a amamentação deve ser interrompida por dez dias após a vacinação;

*Pacientes que fizeram transplante de órgãos, com câncer e HIV necessitam de avaliação dos serviços de saúde para verificar se devem tomar a vacina;

*Pessoas acima de 60 anos só serão vacinadas caso viajem para locais com transmissão ativa da doença, é necessário atestado médico solicitando a vacina;

*Pessoas com doenças do sistema imunológico ou que fazem uso de medicações causem imunossupressão devem ser avaliadas pelo seu médico de referência e levar atestado autorizando a vacinação.

Colaboração: Moisés de Souza / Comunicação Prefeitura de Içara

Notícias Relacionadas

Abastecimento chega ao limite em Imbituba

Postos de combustíveis e supermercados devem liquidar seus estoques até a próxima terça-feira (29).

Dive-SC confirma quarta morte de macaco por febre amarela em SC em 2019

Bugio morreu em Jaraguá do Sul em junho. Macacos não transmitem a doença, mas indicam presença do vírus.

Vacinas contra febre amarela estarão disponíveis em parques de Criciúma

Ação ocorre no próximo domingo (7) e no dia 14 de julho. Doses serão para toda a comunidade.

Morte de macaco reforça alerta para vacinação contra febre amarela em Siderópolis

Para fazer a vacina não é preciso agendar, basta levar o cartão de vacinação em qualquer sala de vacina.