Norte

Joinville estima R$ 81,4 milhões em prejuízos e decreta emergência

Nº de afetados chega a mais de 54 mil pessoas. Objetivo é que situação seja reconhecida pelo governo federal.

Foto: Ramon Bernardo Guimarães

A Prefeitura de Joinville, no Norte do estado, decretou situação de emergência por causa das chuvas que atingiram o município em 14 e 15 de março. Mais de 54 mil pessoas foram atingidas. O objetivo é tentar o reconhecimento do documento por parte do governo federal, para reivindicar ajuda financeira. Os prejuízos chegam a R$ 81,4 milhões.

A chuva, que começou na noite de 14 de março e seguiu pela madrugada do dia seguinte, provocou transtornos, como alagamentos e deslizamentos. Os terminais de ônibus do Centro e da Zona Sul chegaram a ficar fechados.

Aproximadamente R$ 77 milhões foram contabilizados em danos materiais em casas, instituições de ensino, de saúde e no comércio.

O decreto de situação de emergência foi baseado em um levantamento realizado durante 13 dias pela Defesa Civil Municipal, com apoio da Secretaria de Infraestrutura e as subprefeituras regionais.

Com reconhecimento do decreto, a prefeitura poderá solicitar a liberação de recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para as famílias afetadas.

As fortes chuvas acumularam em 24 horas 147 milímetros, o que correspondente a 60% da média prevista para todo o mês de março. O fenômeno provocou enchentes em 27 bairros e as águas atingiram mais de 15 mil imóveis. As zonas Sul e Oeste foram as mais afetadas.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

Nova Veneza decreta situação de emergência

Equipes trabalham para contabilizar os prejuízos e as informações preliminares foram oito bairros atingidos com pontos de alagamentos.

Prefeitura de Urussanga decreta situação de emergência

Governo de Lauro Müller decreta ponto facultativo durante Carnaval

Ainda conforme o decreto, as atividades retornarão na quarta-feira (6), a partir das 8 horas.

Prefeito Jaimir Comin decreta situação de emergência em Treviso