Geral

Lauro Müller lança Plano de Contingência da Política de Assistência Social para pandemia de Covid-19

O plano foi desenvolvido pela secretaria com apoio da Assessoria Jurídica, discutido no Comitê da Crise Política de Assistência Social.

Divulgação

A Secretaria de Assistência Social de Lauro Müller lançou na manhã de sexta-feira (28) o Plano de Contingência da Política de Assistência Social para atuação na situação de emergência em saúde pública durante a pandemia de Covid-19. O plano foi desenvolvido pela secretaria com apoio da Assessoria Jurídica, discutido no Comitê da Crise Política de Assistência Social.

O plano vai durar durante de emergência causado pela pandemia de coronavírus, que abrange o tempo necessário para ações que venham mitigar os impactos da crise gerada pela doença, até o retorno na normalidade. O documento segue as orientações dos decretos do Governo do Estado, do Município, além das orientações nacional, em especial, emitidas pelo Ministério da Cidadania. A Assistência Social tem o status de serviços essenciais tal como a saúde, regulamentado por portaria do Governo Federal.

Nesta sexta também foi formado comitê de enfrentamento à Covid-19 por parte da Secretaria de Assistência Social, com a participação da Secretaria de Assistência Social, Rubia Regina da Silva, o técnico do Cras, Rodrigo Kruel de Moraes, a técnica do CREAS, Melanie Vargas Inácio Bardini, a gestora do CadÚnico, Suzana Aparecida da Silva Cardoso, técnica em Gestão, Adriana Rita Antunes e a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Theresinha Mendes.

O Plano de Contingência da Política de Assistência Social será apresentado ao Prefeito Valdir Fontanella na próxima semana.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Lauro Müller

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Escolas devem reduzir em 15% mensalidades do ensino infantil durante pandemia, decide TJ

A pena em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por aluno e por mês.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Em três meses, PGE atuou em cerca de 270 ações judiciais e emitiu 36 pareceres jurídicos sobre Covid-19

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou de forma judicial e administrativa para dar suporte às decisões do Poder Executivo e garantir o cumprimento das determinações para conter o avanço do novo coronavírus no Estado.