Geral

Mais de R$ 6 milhões são concedidos pelo Programa Juro Zero

Nos meses de abril e maio deste ano, foram quase 3 mil operações, somando mais de R$ 11 milhões em investimentos.

Divulgação/Secom

Contribuindo com a recuperação econômica e fortalecendo os Microempreendedores Individuais (MEIs) em meio à pandemia, o Programa Juro Zero, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) bateu recorde mais uma vez e concedeu mais de R$ 6,1 milhões em maio, em 1.445 operações. O programa teve o crédito ampliado para R$ 5 mil.

Nos meses de abril e maio deste ano, foram quase 3 mil operações, somando mais de R$ 11 milhões em investimentos. Um aumento de 42% no valor disponibilizado e de 27% no número de operações, comparado com o mesmo período de 2019. Ao todo, o estado catarinense conta com mais de 447 mil MEIs.

“Somos instrumentos nesta grande engrenagem que trabalha em conjunto com o setor produtivo e em prol do desenvolvimento do nosso Estado. Programas como o Juro Zero abrem oportunidades aos trabalhadores que acordam cedo e dormem tarde. Nosso papel é fortalecer políticas de estado perenes que tragam resultados e alternativas aos empreendedores que fazem a roda da economia girar, promovendo uma espiral de prosperidade, esperança e confiança”, enfatiza o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira.

Nove anos apoiando o MEI

Desde quando foi lançado em 2011, o programa Juro Zero já concedeu em crédito mais de R$ 297 milhões, movimentando diretamente cerca de R$ 340 milhões na economia de Santa Catarina. Entre as cidades que lideram o ranking de operações estão, Florianópolis, Joinville, Chapecó, Blumenau e São José.

Já quanto às atividades econômicas, o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios lidera a busca pelo empréstimo (+ de 13 mil operações). Seguido por obras de alvenaria (+ de 6 mil); cabeleireiros (+ de 3.700) e finalizando com as manicure e pedicure (+ de 3.500).

Para a diretora de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Letícia Lemos, mesmo em meio à pandemia, Santa Catarina demonstra ter muitas oportunidades para quem quer desenvolver o seu negócio.

“Nosso estado tem uma característica empreendedora e um povo resiliente. O programa Juro Zero, que está presente em 100% das regiões, se tornou um grande aliado para contribuir com o MEIs”, finaliza a diretora.

Operacionalizado pelo Badesc, o Programa Juro Zero conta ainda com parceria da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da Região Sul do Brasil (Amcred/SC) e do Sicoob – Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil.

O Programa

Pode participar do Programa Juro Zero, o MEI formalizado. O empreendedor que fizer a adesão possui acesso a uma linha de crédito de até R$ 5 mil, que pode ser pago em oito parcelas. Quitando as sete primeiras, a última é paga pelo Estado.

Sendo que, cada CNPJ, tem o direito a realizar até duas operações, que estão sujeitas à análise de crédito, operadas por instituições de microcrédito presentes em todas as regiões de Santa Catarina (OSCIPs).

Notícias Relacionadas

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Respiradores: PGE aguarda depósito de mais R$ 2 milhões em favor do Estado a partir desta segunda

Com o depósito, o valor recuperado chega a 40% do total

OMS relata recorde diário global de mais de 307 mil casos da covid-19

A Índia é a líder mundial com 97.570 casos em um único dia

Polícia prende traficante e localiza mais de 700 pedras de crack em Tubarão

Os policiais ainda flagraram os filhos menores do homem embalando as drogas