Segurança

Orleans: condenado por quebrar dentes da vítima com uma pedra é preso

Na ocasião, o preso feriu a vítima com uma pedra, quebrando cinco dentes da vítima.

Divulgação

Nessa sexta-feira, dia 22, policiais civis de Orleans deram cumprimento a mandado de prisão contra homem condenado definitivamente, por ter praticado lesão corporal grave contra um indivíduo no ano de 2015. Na ocasião, o preso feriu a vítima com uma pedra, quebrando cinco dentes da vítima.

Desde o mês de setembro, o homem era monitorado pela Polícia Civil de Orleans, em razão de denúncias de que ele estava vendendo cocaína na cidade. Durante o cumprimento do mandando de prisão, em um bar, foram localizadas quatorze porções de cocaína escondidas nas vestes do condenado, que foi preso então pelo crime de lesão (pena de dois anos em regime fechado) e também autuado por tráfico de drogas (pena de cinco a quinze anos).

Em razão da reincidência, quando condenado pelo tráfico, deverá cumprir uma alta pena e também terá as condições para progressão de regime mais dificultosas. O tráfico é equiparado a crime hediondo e desde o Pacote Anticrime, em 2019, recebeu tratamento legislativo mais severo. O preso foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta, em Criciúma.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Condutor é preso após tentar atropelar um policial federal rodoviário na BR-101, em Biguaçu

O homem de 24 anos estava com um com um veículo roubado. A ocorrência foi registrada na manhã do último sábado (13).

Autor de roubo e extorsão contra duas mulheres é condenado a 10 anos de reclusão em Criciúma

O crime ocorreu em agosto de 2019, quando as vítimas foram rendidas pelo autor.

Homem fica preso nas ferragens após acidente com dois veículos na SC-108, em Criciúma

A colisão ocorreu entre dois veículos no Bairro São Simão por volta das 15h20 desta quarta-feira (11)

TRF4 manda afastar do cargo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, preso na Operação Chabu

Determinação é que fique 30 dias fora das funções e não faça contato com demais suspeitos de envolvimento na operação. PF investiga a violação de sigilo de operações policiais