Geral

Pai é condenado a 90 anos de prisão por abusar do filho no banho por 8 anos em SC

O menino acabou morrendo durante uma cirurgia que precisou fazer por um problema ocasionado pelos abusos

Foto: Divulgação

Um pai de 59 anos foi condenado por estuprar seu filho que acabou morrendo pelas lesões causadas. A pena, decidida pela Vara Criminal da comarca de Concórdia, no Oeste catarinense, foi fixada em 90 anos de prisão em regime fechado.

O menino morreu durante cirurgia necessária após as agressões que ocorreram por oito anos. O crime chegou ao conhecimento das autoridades em 2021.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, o homem era responsável pelo banho do filho, momento em que os abusos aconteciam, inclusive com conjunção carnal.

Em virtude das inúmeras agressões, a criança desenvolveu um quadro de constipação intestinal crônica que evoluiu para uma oclusão intestinal, com a necessidade de uma correção cirúrgica de emergência.

Durante o procedimento, a criança sofreu uma parada cardiorrespiratória que resultou em infecção pulmonar e culminou em sua morte. O processo tramita em segredo de justiça.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Motorista que passeava por Garopaba com CNH falsa é condenado a 3,6 anos de reclusão

O documento tinha a foto dele, mas o nome era de outra pessoa. Na delegacia, os policiais descobriram a verdadeira identidade do réu e constataram que havia contra ele um mandado de prisão em aberto, por roubo tentado.

Pedreiro de cemitério condenado por enriquecimento ilícito e venda casada de serviços em Urussanga

Os fatos aconteceram entre 2010 e 2012, quando o homem era responsável pela gestão do Cemitério Municipal de Urussanga