Geral

Pedido de vistas adia para final do mês análise de edital do 5G

Adiamento se deve ao pedido de vistas feito pelo presidente da agência.

Divulgação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adiou para o dia 24 de fevereiro a reunião que deverá analisar a proposta de edital para a internet de quinta geração (5G) no país. O adiamento se deve ao pedido de vistas feito pelo presidente da agência, Leonardo de Morais, sob a alegação de que precisava fazer mais algumas análises, após a manifestação do relator da proposta, Carlos Manuel Baigorri.

Segundo Morais, algumas das proposições da relatoria, relacionadas a compromissos que deverão ser assumidos pelos participantes do leilão, precisam “ser objeto de maior reflexão”. Entre os compromissos citados pelo presidente da Anatel está o de levar conectividade a localidades na Amazônia.

Um outro fator que influenciou o pedido de vistas foi a portaria publicada na sexta-feira (29), por meio da qual o Ministério das Comunicações pede “a construção de infraestrutura para a Rede Privativa de Comunicação da Administração Pública Federal”.

Apesar do pedido de vistas, Morais afirmou que a matéria voltará à pauta a tempo da reunião do Conselho Diretor, prevista para o dia 24. O edital em questão trata da licitação para uso das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, a serem destinadas ao 5G.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Operadoras começam testes no Brasil da tecnologia 5G

Leilão do espaço destinado ao 5G deve ocorrer no início de 2021.

Tribunal julga Moisés nesta sexta pelo caso dos respiradores

A sessão vai acontecer por videoconferência, devido ao risco apresentado pela pandemia, e tem início às 9 horas.

Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio de R$ 2 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h, no horário de Brasília.

Estadual: Daniela veta projeto que destinava R$ 350 milhões para BRs

As mensagens de veto serão enviadas para a Alesc, que decidirá se mantém ou rejeita.