Geral

Plano de Desenvolvimento Socioeconômico é entregue aos municípios da Amrec

Cerimônia para entrega de documento completo elaborado pelas equipes da Unesc e da Unibave coordenado pela AMREC, foi realizada nesta sexta-feira (5)

Divulgação

Já está nas mãos dos 12 prefeitos dos municípios que compõem a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico com foco nos próximos dez anos. O material é resultado do trabalho desenvolvido a centenas de mãos ao longo dos últimos meses pela Unesc e pelo Unibave a partir de solicitação da Associação. A entrega do resultado foi realizada nesta sexta-feira (4/2) em cerimônia transmitida ao vivo pelo canal da Unesc TV.

Restrito a convidados e seguindo todos os protocolos de biossegurança, o evento contou com a participação de prefeitos do mandato atual e da última gestão, na qual foi iniciado o processo de elaboração do Plano, além de lideranças regionais e das equipes do Unibave e da Unesc envolvidas no processo.

A data, para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, marca a finalização de uma importante etapa, concluída graças aos esforços incansáveis dos envolvidos e da articulação iniciada há meses por lideranças interessadas em deixar um grande legado à região. “Este momento é de extremo significado para toda a região. É preciso cumprimentar e agradecer a Amrec e a cada um dos prefeitos envolvidos pela corajosa e desafiadora missão de contratar nossas instituições de ensino para liderar a formulação do Plano e agora envolver suas equipes e parceiros para fortalecer sua execução”, destacou.

O próximo passo, de acordo com Luciane, será mais uma vez dado em conjunto. “Acredito que agora iniciaremos a mais desafiadora das etapas do plano: a execução. Nós não seremos aqueles que participarão da permanência da gaveta deste documento, muito pelo contrário. Não digo que estamos à disposição dos municípios. Digo, sim, que estamos juntos para agregar novas parcerias e colocar em prática cada um destes projetos descritos”, salientou.

O orgulho em fazer parte de um projeto de tamanha magnitude e impacto à sociedade foi o sentimento compartilhado não só por Luciane, mas também pelo reitor do Unibave, Guilherme Valente de Souza. “É com grande satisfação que nos fazemos presentes neste excelente projeto feito a várias mãos. Foram mais de 100 profissionais trabalhando tanto nas questões metodológicas quanto científicas em prol de um resultado em comum. Enquanto instituições comunitárias estamos cumprindo nossas missões que prezam pelo desenvolvimento regional. Quem ganha com isso é o todo”, pontuou.

Divulgação

Em nome dos prefeitos, o presidente da Amrec e prefeito de Orleans, Jorge Koch, recebeu dos reitores Luciane e Guilherme o primeiro exemplar do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Amrec. “Sabemos o que esse investimento significa para os nossos municípios e posso lembrar claramente do dia em que estivemos juntos para traçar as primeiras conversas sobre esse projeto. Somos nós, prefeitos, que temos agora a responsabilidade de fazer acontecer, mesmo em meio a tantos desafios que nos envolvem todos os dias”, disse Koch.

Hora de executar

A palavra de ordem no encontro, além da realização, foi “execução”. A importância de colocar os encaminhamentos em prática e, de fato, tirar as ideias do papel esteve entre as mensagens deixadas pelo presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostim.

“Para nós é uma satisfação muito grande saber que na nossa região temos a capacidade de elaborar grandes planos como esse. No entanto, sabemos também da preocupação para que este documento, elaborado com tantas horas de dedicação, não fique nas gavetas. Prefeitos, convoquem suas equipes, secretários e cidadãos para que possamos implementá-lo. É nossa a responsabilidade de construirmos juntos o desenvolvimento socioeconômico da região que tanto falamos e que agora temos o direcionamento para isso”, declarou Moacir.

Da mesma forma, para o deputado José Milton Scheffer, representante dos deputados do Sul, o Plano materializada a esperança e faz parte também do compromisso da classe política. “Esse plano nos enche de esperança na construção de um futuro cada vez melhor. Esse é um compromisso nosso a partir de hoje”, garantiu.

Divulgação

Dados apresentados

“Região reconhecida pela sua elevada qualidade de vida, sustentável em todos os domínios, internacionalizada, fundamentada na cooperação entre os seus integrantes e capaz de reinventar-se continuamente”. É com base nesta Visão de Futuro que o Plano de Desenvolvimento Econômico idealizado sob liderança da Unesc e do Unibave elenca algumas ações, metas e compromissos a serem cumpridos.

Elaborado de forma didática, o material apresenta gráficos e tabelas que mostram de forma clara, por exemplo, os setores-chave na economia regional e a participação de cada um nos municípios. Neste sentido a pesquisa apontou sete pontos principais, sendo eles a fabricação de produtos cerâmicos, com 13,92%; a fabricação de produtos plásticos, com 6,52%; a confecção de artigos de vestuário e acessórios, com 5,42%; a extração de carvão mineral, com 3,41% e a fabricação de tintas, vernizes, esmaltes, lacas e produtos afins, com 2,92% de participação na economia regional.

Conforme apresentado em detalhes pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Unesc, Gisele Coelho Lopes, no lançamento oficial desta sexta-feira, foram formulados sete eixos estratégicos principais, divididos entre 28 objetivos estratégicos, 10 projetos estratégicos, 272 ações e 56 metas prioritárias. “É claro que esse não é um projeto estático, é dinâmico. Ele prevê ações para os próximos dez anos, mas com a possibilidade de inclusão e substituição dessas metas, divididas em execução em curto, médio e longo prazo”, destacou.

Divulgação

Na prática, entre as ações sugeridas pelo Plano estão 193 para realização imediata, com prazo até 2022. Já para o planejamento e execução até 2015 o projeto prevê 51 ações e com prazo para 2030 outras 28 ações.

Todo o Plano foi construído a partir de encontros virtuais nos quais toda a comunidade foi convidada a contribuir, além do uso de dados e análises obtidos por meio do Observatório Socioeconômico da Unesc, parceiro na ação. Fazem parte do Observatório e estiveram presentes no lançamento oficial do Plano os professores Bianca Bez Batti, Melissa Watanabe, e Thiago Rocha Fabris, a quem foram direcionados agradecimentos especiais, assim como ao pró-reitor do Unibave, Dimas Ailton Rocha, e ao coordenador da Sala dos Municípios, Dorvanil Vieira, também importantes articuladores e colaboradores no projeto.

Divulgação

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Santa Catarina registra segunda maior taxa de distanciamento social do país neste sábado

Em cumprimento ao Decreto Estadual, estabelecimento é interditado em Imbituba

A loja estava aberta e com todos os funcionários em atividade.

Coronavírus em SC: Governo do Estado pactua abertura de 322 novos leitos clínicos e 170 de UTI

Semana Restart traz debates atuais para acadêmicos UniSatc

Na próxima segunda, aulas seguem na instituição na modalidade presencial e online