Trânsito

Preço da passagem de ônibus não sofrerá aumento em 2018

Racionalização do transporte coletivo proporcionou maior atenção aos horários de pico e economia aos usuários sem reajuste da tarifa.

Foto: Divulgação/Decom

A cada cinco minutos sai um ônibus amarelinho dos terminais de Criciúma. Em aproximadamente 55 minutos, o coletivo faz o trajeto passando pelos terminais da Próspera, Centro e Pinheirinho. O controle é rigoroso não apenas dos ônibus que fazem a linha troncal da cidade, mas também dos coletivos que atendem os bairros. Em dezembro de 2017 entrou em funcionamento o Centro de Controle Operacional – CCO.

Baseado no segundo piso da Rodoviária de Criciúma, o CCO realiza o monitoramento dos ônibus de forma individual via GPS instalado em cada veículo. Dessa forma, é possível fazer o controle e acompanhamento preciso dos horários e itinerários dos ônibus. Os dados coletados pelo CCO são enviados ao aplicativo de celular Moovit.

Segundo a engenheira civil da Diretoria de Trânsito e Transporte – DTT de Criciúma, Caroline Paim Zanette, o sistema, disponível gratuitamente para dispositivos móveis, informa ao usuário do transporte coletivo onde está o ônibus desejado e a hora exata da chegada ao ponto.

“Dessa forma, conseguimos evitar qualquer tipo de transtorno. Se um ônibus precisa fazer algum desvio, por exemplo, um fiscal do CCO comunica os agentes de trânsito e estes organizam o tráfego de forma a não causar atrasos para o coletivo. É um ganho muito grande na operação do sistema”, afirma Caroline.

As medidas fazem parte de um processo de melhoria do transporte coletivo, tomadas a partir de um estudo com duração de seis meses, realizado por técnicos da DTT, Associação Criciumense de Transporte Urbano – ACTU, Administração Municipal e um representante da Câmara de Vereadores. Em 6 de julho de 2017 o prefeito Clésio Salvaro assinou o decreto nº 1097, autorizando a criação da Comissão de Estudos de Racionalização do Sistema de Transporte Público. Uma das conclusões do estudo feito pela comissão foi de que o sistema que gerenciava o transporte público do município, inaugurado em 1996, precisava ser atualizado e modernizado.

“Passamos por um período de análise e a partir de fevereiro iniciou o processo de aplicação. Era preciso racionalizar o transporte. O sistema operava para 1,5 milhão de passageiros por mês. Com o passar dos anos, o número de usuários diminuiu. Com base no estudo, transportamos 950 mil passageiros por mês, embora nossa capacidade seja projetada para 1,3 milhão, já que nossa intenção é que o número de passageiros volte a crescer com essas melhorias”, explica a engenheira civil da DTT.

Desde fevereiro deste ano, a produção média mensal foi reduzida em 14% e remanejada, adequando os horários, as linhas e os veículos conforme o número de passageiros, de forma a suprir a demanda dos horários de pico.

“Racionalizamos apenas as linhas ociosas, aquelas em que o ônibus operava praticamente vazio. Um coletivo sem passageiros tem o mesmo custo de um que circula utilizando toda a capacidade, por isso, foi necessário fazer esse remanejamento. É uma medida tomada para gerar economia para o próprio cidadão que paga pelo serviço. Conseguimos gerar economia congelando o valor da tarifa”, afirma o diretor da DTT, Gustavo Medeiros.

Centro de Controle Operacional – CCO

Central de monitoramento da frota instalada no segundo piso da Rodoviária de Criciúma. Controla horários e itinerários dos coletivos via GPS, mantendo o sistema em funcionamento com precisão e transmitindo informações em tempo real aos usuários do transporte através do aplicativo Moovit.

Moovit

Implantado em Criciúma em 2018 o Moovit é um aplicativo de mobilidade urbana, que está disponível em mais de 400 cidades ao redor do mundo. O aplicativo israelense é gratuito, e oferece informações em tempo real das linhas e horários de ônibus para os usuários, além de trazer mais planejamento nas viagens e mais segurança para os passageiros. O usuário consegue monitorar em tempo real o percurso do ônibus. A ferramenta oferece recurso de alerta que avisará o ponto exato de onde descer do ônibus, e está disponível para Android, iOS e Windows Phone. Em cinco meses, mais de 20 mil usuários já fizeram o download do app e cerca de 1.500 consultam o aplicativo diariamente.

Biometria facial

A partir do decreto, para benefício dos usuários com desconto ou isenção, a ACTU implantou o sistema de biometria facial. Consiste na instalação de equipamentos junto aos validadores dos ônibus e terminais para reconhecimento facial. O software avalia características únicas do rosto e identifica o indivíduo por meio de uma imagem.

“Esse sistema garante que o apenas o detentor do benefício usufrua deste serviço. Dessa forma, com essa nova tecnologia, o índice de fraude foi reduzido e a nossa intenção é chegar a zero”, conta Gustavo. Além do sistema de biometria facial, todos os equipamentos de bilhetagem eletrônica foram atualizados.

Colaboração: Vivian Sipriano / Comunicação Prefeitura de Criciúma

 

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado autoriza retomada do transporte coletivo interestadual de passageiros

A determinação está prevista no decreto 630 do Governo do Estado, de 1 de junho.

Coronavírus em SC: Governo autoriza retomada do transporte coletivo intermunicipal de passageiros

As empresas de transporte coletivo intermunicipal deverão manter a ocupação de até 50% da capacidade com os passageiros sentados intercaladamente

Flash Mob leva música aos passageiros do transporte coletivo de Criciúma

Iniciativa realizada em um dos ônibus Amarelinho contou com a participação do Coral da Unesc.

Empresas de transporte de passageiros devem se adaptar ao sistema de monitoramento da ANTT