Geral

Receita Federal notifica Prefeitura de Nova Veneza devido a contribuições previdenciárias não pagas na gestão de Evandro Gava

Além das contribuições não pagas, a multa estipulada pela Receita Federal à Prefeitura é de R$ 2,3 milhões.

Divulgação

O município de Nova Veneza foi notificado pela Receita Federal para efetuar o pagamento de aproximadamente R$ 1,5 milhões, acrescido de juros e correção monetária, referente a contribuições previdenciárias não pagas nos anos de 2014 e 2015, durante o mandato do ex-prefeito Evandro Gava (PP). Além das contribuições não pagas, a multa estipulada pela Receita Federal à Prefeitura é de R$ 2,3 milhões.

Em maio de 2014, no mandato do ex-prefeito Evandro Luis Gava foi firmado um contrato de prestação de serviços entre o Município de Nova Veneza e a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas – FEPESE, no valor de R$ 276 mil, mediante dispensa de licitação, para consultoria na área tributária com vistas à identificação e desoneração de encargos incidentes sobre a folha de pagamento (compensação de contribuições previdenciárias). Já em março de 2015, o mesmo contrato recebeu mais um aditivo no valor de mais R$ 55 mil reais. Ao todo, foram repassados R$ 331 mil reais à FEPESE, entre o período de agosto/14 a novembro/15.

A gestão passada deixou de pagar aproximadamente R$ 1,5 milhões de contribuições previdenciárias, sob o argumento de que haveria compensação, porém, esses valores não foram homologados pela Receita Federal.

O assunto entrou na pauta da Procuradoria do Município, afinal, segundo notificação recebida, a dívida deixada pelo ex-gestor pode chegar a R$ 3,8 milhões decorrente de uma “pedalada fiscal”.

O prefeito Rogério Frigo determinou prioridade na apuração desse assunto, principalmente em relação a responsabilidade pelo dano ao erário público. Segundo Frigo, “se for confirmada a responsabilidade dos envolvidos, iremos buscar reembolso para o Município imediatamente”.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Nova Veneza 

Notícias Relacionadas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Prefeito de Joinville aponta caminhos para o crescimento da região Sul

Segundo Udo Döhler, em palestra na Associação Empresarial de Criciúma - ACIC, gestão pública eficiente, planejamento e união são as principais diretrizes.

Legislativo aprova parceria entre ACIVA e Prefeitura para instalação de câmeras de monitoramento em Araranguá

Projeto aprovado por unanimidade no legislativo prevê a instalação de dez câmeras de monitoramento em Araranguá

Prefeitura assina Ordem de Serviço para reforma de quadra esportiva da Escola do Rio Novo em Orleans

As obras devem começar já na próxima semana e tem prazo de três meses