Geral

SC: mais de 200 mil doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas

Deste total, 156.827 correspondem à Dose 1 e 47.305 à Dose 2.

Divulgação/Secom

Em Santa Catarina, um total de 204.132 (D1+D2) doses da vacina contra o novo coronavírus foram aplicadas nas pessoas dos grupos prioritários: trabalhadores da saúde, idosos e deficientes institucionalizados, população indígena e idosos com mais de 85 anos. Deste total, 156.827 correspondem à Dose 1 (D1), cobertura vacinal de 62,02% e 47.305 à Dose 2 (D2), cobertura vacinal de 18,71%.

Esses dados estão no Balanço Parcial de Vacinação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina divulgado nesta segunda, 22. O boletim é elaborado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) com informações dos municípios catarinenses. Em um comparativo com o boletim divulgado na última sexta, 19, houve um aumento de 11.422 doses aplicadas (D1 + D2).

Com relação à D1, nos grupos prioritários, a cobertura é de 73,42% nos trabalhadores da saúde; 126,36% nos idosos institucionalizados; 68,23% na população indígena; 59,61% nos idosos com 90 anos e mais; e 12,94% nos idosos com idade entre 89 e 85 anos.

Com relação à D2, nos grupos prioritários, a cobertura é de 23,76% nos trabalhadores da saúde; 86,28% nos idosos institucionalizados; 30,14% na população indígena; 0,17% nos idosos com 90 anos e mais; e 0,09% nos idosos com idade entre 89 e 85 anos.

Estado mantém reserva da Dose 2 para aqueles que tomaram a primeira

O estado não foi comunicado oficialmente pelo Ministério da Saúde (MS) sobre a liberação da Dose 2 para aplicação em pessoas que ainda não tomaram nenhuma dose da vacina. Portanto, o Governo mantém a reserva de doses para que o esquema seja completado pelas pessoas que receberam a primeira dose.

No fim da semana passada, um lote com 10.800 doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, foi encaminhado às unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica para distribuição aos municípios catarinenses. Esse montante corresponde a doses recebidas no dia 25 de janeiro. Metade havia sido distribuída no dia 2 de fevereiro e a outra metade ficou armazenada na Rede de Frio para aplicação da Dose 2.

Na Central Estadual de Rede de Frio da Dive, em São José, ainda estão armazenadas outras 42.500 doses que serão encaminhadas às unidades descentralizadas nos próximos dias, para aplicação da D2. Essas doses fazem parte da remessa de 85 mil doses da vacina Coronavac recebida no dia 7 de fevereiro.

Santa Catarina recebeu cerca de 298 mil doses de vacina

Santa Catarina recebeu um total de 298.140 doses de vacina contra o novo coronavírus em quatro remessas. Elas chegaram ao estado nos dias 18, 24 e 25 de janeiro; e 7 de fevereiro. O Ministério da Saúde (MS), até essa segunda-feira, 22, não havia confirmado o envio de novo lote de vacinas ao estado. As doses foram encaminhadas ao estado nesta ordem:

  • 18.01.2021 – 144.040 doses Butantan/Coronavac – Distribuído: (D1: 19/01 e D2: 02/02)
  • 24.01.2021 – 47.500 doses Oxford/Astrazeneca – Distribuída (D1: 25/01)
  • 25.01.2021 – 21.600 doses Butantan/Coronavac – Distribuído (D1: 02/02 e D2: 19/02)
  • 07.02.2021 – 85.000 doses Butantan/Coronavac – Distribuída – metade: 42.500 (D1: 08/02)

D1: Primeira Dose | D2: Segunda Dose

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.