Geral

VÍDEO: Sede do Cisam-Sul e laboratório de controle da qualidade da água são inaugurados em Orleans

Atividades integram 20 municípios da região. Trata-se de um centro de referência no controle em água e esgoto, que contribuirá para a saúde e qualidade de vida da população.

Fotos: Ketully Beltrame / Sul in Foco

A sede do Consórcio Público Intermunicipal de Saneamento Ambiental (Cisam-Sul) e o laboratório para controle da qualidade da água foram inaugurados, na manhã desta sexta-feira (30), no bairro Corridas, em Orleans. Prefeitos dos municípios membros do consórcio, demais lideranças locais e regionais e profissionais da Fundação Nacional de Saúde – Funasa, do Cisam-Sul e do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAEs da região se fizeram presentes para celebrar o centro de referência em saneamento básico, que integra 19 municípios da região Sul de Santa Catarina, onde existe Samae.

Fizeram parte da mesa de autoridades, o prefeito de Orleans e presidente do Cisam-Sul, Jorge Koch; o diretor do Departamento de Engenharia de Saúde Pública da Funasa Brasília, Ruy Gomide Barreira, representando o presidente nacional da Funasa, Rodrigo Sergio Dias; o superintendente estadual da Funasa Santa Catarina, Adenor Piovesan; o superintendente do Cisam-Sul, Antônio Willemann; o coordenador geral de Engenharia e Arquitetura Funasa Brasília, Ricardo Arantes; o reitor do Unibave, Élcio Willemann; a coordenadora-geral de Convênios da Funasa Brasília, Lilian da Silva; o engenheiro da Funasa Santa Catarina, Milton Tadashi Shiratori; e o deputado estadual eleito e ex-prefeito de São Ludgero; Volnei Weber.

Conquista marcada por trabalho conjunto e árduo

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Conforme o superintendente do Cisam-Sul, Antonio Willemann, no fim de 2007, um convênio foi assinado entre a Prefeitura de Orleans, sede do consórcio, e a Fundação Nacional de Saúde – Funasa para construção do laboratório e também da sede do consórcio público Cisam-Sul.  O terreno foi doado pelo Município de Orleans, através do prefeito à época, Valmir José Bratti.

A primeira parcela dos recursos, no valor de R$ 300 mil, foi liberada no fim de 2008 e as obras foram iniciadas em 2009. “Desde o início da obra até a conclusão, diversos desafios foram superados. Readequação do projeto, troca de empesa construtora, nova adequação do projeto e contratação de outra empresa para a construção, além da burocracia excessiva, resultando na demora nas liberações financeiras e dentre outras”, relembrou

Os recursos investidos foram de R$ 3.917.272 da Funasa. Por parte dos Municípios, através do consórcio em contrapartida e mais rendimentos da aplicação financeira dos recursos, chegou-se ao valor de R$ 451.562,45. Com a sobra dos recursos, após a conclusão da obra e a compra total dos equipamentos compactuados, foi protocolado o pedido de ampliação de metas para a compra de mais nove equipamentos para o laboratório, ampliando ainda mais a capacidade, e a contratação de um muro gradil, com tela em pintura eletrostática para todo o terreno, deixando toda a área protegida. A contratação do muro e os equipamentos já foram licitados e aprovados na licitação, restando apenas a conclusão da obra, já iniciada. Após isso, sobraram ainda R$ 43 mil que serão devolvidos aos cofres públicos.

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O diretor do Departamento de Engenharia de Saúde Pública da Funasa Brasília, Ruy Gomide Barreira, que, na ocasião, representou o presidente nacional da Funasa, Rodrigo Sergio Dias, a realização é motivo de imenso orgulho.

“A Funasa tem como missão o saneamento a todos os municípios abaixo de 50 mil habitantes. Hoje, conta com mais de 7,5 mil convênios em andamento em todo o Brasil. É um desafio muito grande. Uma obra como esta, para acontecer, não basta apenas o recurso. Ela exigiu o esforço de inúmeras pessoas”, declarou.

“E esta realização nos dá muito orgulho, já que esta obra tem uma importância muito grande. Ela traz toda a questão da sustentabilidade do saneamento, o que não é muito fácil de fazer. O que vem após a obra, que é manter o sistema funcionando, cuidar da qualidade da água distribuída, com todos os parâmetros exigidos, precisa de muita dedicação e organização. Nos deixa muito feliz ver todo o interesse existente aqui na região. Isso fomenta também o agrupamento dos municípios. Juntos, os prefeitos sempre são mais fortes”, defendeu.

O superintendente estadual da Funasa Santa Catarina, Adenor Piovesan, também enalteceu todos os esforços realizados. “Para que fosse possível garantir a qualidade da água que chega à população, havia necessidade de um centro de referência no controle da qualidade da água aqui na região Sul. Muito se trabalhou para isso, com muitas pessoas envolvidas. Por isso, este dia é muito importante”, registou.

A atuação do Cisam-Sul e do laboratório

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O Cisam-Sul tem um laboratório equipado com 92 equipamentos de última geração para realização de análises de água para consumo humano, de análises de esgoto sanitário e influentes industriais e, a partir do início de 2019, também realizará análises de solo. Além do apoio aos municípios, o laboratório do consórcio público Cisam-Sul está homologado pelo IMA/Fatma e apto para realizar análises de água e esgoto também para particulares, tais como pessoas físicas, farmácias, indústrias, empresas etc.

“Muito trabalho foi realizado pelo consórcio, pelos Samae’s, beneficiando os municípios. Neste ano, já foram mais de 15 mil análises de água, diversas licitações compartilhadas, capacitações a apoio na criação de novos Samae’s, como o de Imbituba e Morro da Fumaça, além de assessorias técnicas, especializadas e tudo o que o consórcio pode oferecer”, registrou.

O prefeito de Orleans e presidente do Cisam-Sul, Jorge Koch, explicou como isso contribuirá para os municípios e seus moradores. “O consórcio facilita a vida dos municípios. O Cisam-Sul vai representar, principalmente, um avanço no controle da qualidade de água. Todos os Samae’s dos municípios que precisam fazer uma análise da água que é servida à população trarão até aqui, onde há todos os instrumentos e equipamento para garantir a qualidade da água”.

Confira as atividades realizadas:
• Análises para controle da qualidade da água;
• Licitações compartilhadas para os Samae’s;
• Capacitações e orientações aos técnicos e gestores dos Samae’s
• Apoio à gestão;
• Participação em audiências públicas e palestras nas escolas;
• Estruturação tarifária das autarquias;
• Fiscalização e regulação do saneamento nos Samae’s;
• Integração com órgãos públicos, universidades e fundações ambientais;
• Apoio em projetos de ampliação de água e esgoto e demais atividades relacionadas ao saneamento básico.

19 municípios membros – Anitápolis, Araranguá, Cocal do Sul, Grão Pará, Içara, Imaruí, Imbituba, Jacinto Machado, Jaguaruna, Morro Grande, Orleans, Pedras Grandes, Sangão, Santa Rosa do Sul, São Ludgero, Timbé do Sul, Urussanga, Treviso e Praia Grande.

Saúde pública e qualidade de vida

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O saneamento básico reflete diretamente na saúde pública e na qualidade de vida da população. Para o deputado estadual eleito e ex-prefeito de São Ludgero, Volnei Weber, esta área deve ser vista como prioritária para os gestores públicos, citando como exemplo São Ludgero, que conquistou o marco de ser a primeira e única cidade do país com 100% de tratamento de esgoto, na área urbana e rural.

“Em 2009, quando assumi como vereador, tive a oportunidade de participar das decisões e de autorizar o Município para realizar as contribuições financeiras. Na sequência, quando prefeito, continuei contribuindo, junto com a presidência e diretoria do consórcio, desta grande ação desenvolvida em prol de nossa região. No segundo mandado como prefeito, contribuí mais uma vez. Também me sentia na responsabilidade de fazer com que aqui se concretizasse. Isso porque quando assumimos, desenvolvemos o tratamento de esgoto em nosso município. Em 2014, traçamos a meta de fazer com que o nosso município tivesse 100% de esgoto tratado urbano e rural. No Dia Mundial da Água deste ano, nós tivemos a felicidade de comemorar o cumprimento da meta”, relembrou.

Na ocasião, ele apontou os benefícios desta conquista. “Posso dizer para vocês que isso significa muito na vida das pessoas. Estamos economizando e muito no tratamento da saúde de nossa população. Não só isso, precisamos levar dignidade às pessoas e isso é possível por meio deste trabalho, que também proporciona mais conforto, segurança e qualidade de vida. Este é o nosso propósito e nossa obrigação como gestores públicos. E a inauguração que está acontecendo hoje segue nesta mesma linha, oferecendo, através do serviço público, um produto de qualidade, que é a nossa água. Vamos colher muitos frutos através deste serviço”, comemorou.

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Também por este motivo, o engenheiro da Funasa Santa Catarina, Milton Tadashi Shiratori, destacou a alegria de ver a obra que projetou concluída.

“Com esta nova estrutura, será possível construir mais ações de saneamento a benefício da população. É um dia de alegria por vermos esta obra concluída, com os equipamentos instalados e funcionando, com o corpo técnico contratado através de concurso público e uma unidade móvel que também faz parte de todo o processo que a Funasa, desde o início da proposta de criação, já tinha planejado”, ressaltou.

“Por meio de parcerias com Funasa, Municípios, setor privado e universidades, teremos condições para fazer com o consórcio cresça e realize mais ações de saneamento, fortalecendo aqui a questão da saúde pública da região Sul, levando mais qualidade de vida para toda a população”, acrescentou.

Para o superintendente estadual da Funasa Santa Catarina, Adenor Piovesan, a conquista representa ainda mais. “É talvez a mais importante ação de prevenção de saúde pública que possa existir. Inauguramos hoje o centro da qualidade da água, uma referência no estado de Santa Catarina e quiçá no Brasil. São equipamentos de última geração produzindo diferentes tipos de análises da qualidade da água e de efluentes. Isso atinge diretamente e diariamente a saúde pública”.

Cooperação com a universidade

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Outra grande vantagem da atividades em Orleans é a cooperação técnica oficial existente entre o Cisam-Sul e o Centro Universitário Barriga Verde – Unibave, que, junto aos profissionais e aos acadêmicos, estabelecerão parceiros para o desenvolvimento de projetos voltados para toda a região.

“A partir das demandas, das receitas, das necessidades dos Municípios e dos Samae’s, o Cisam-Sul terá ser instrumento de trabalho, que é proporcionar qualidade de vida para a população a partir da do tratamento, da pesquisa e das contribuições que este laboratório pode gerar para a sociedade. É aí que universidade pode contribuir, colaborando com a parte científica, com a pesquisa, com o estudo de todas essas necessidades para aprimorar os processos e, quem sabe, fazermos com que todos os municípios cheguem ao resultado que São Ludgero se encontra, de 100% de seu território com saneamento básico. Acredito que para o Unibave realmente é um momento muito importante. Percebemos sempre grandes oportunidades ao estabelecer esta parceria, no sentido do desenvolvimento e de contribuir com a formação dos nossos engenheiros. Com certeza uma via de mão dupla”, afirmou o reitor do Unibave, Élcio Willemann.

  • IMG_4980
  • IMG_4981
  • IMG_4984
  • IMG_4999
  • IMG_5001
  • IMG_5010
  • IMG_5015
  • IMG_5023
  • IMG_5027
  • IMG_5033
  • IMG_5044
  • IMG_5055
  • IMG_5064
  • IMG_5071
  • IMG_5072
  • IMG_5091
  • IMG_5097
  • IMG_5102
  • IMG_5109
  • IMG_5127
  • IMG_5154
  • IMG_5163
  • IMG_5166
  • IMG_5173
  • IMG_5178
  • IMG_5181
  • IMG_5186
  • IMG_5190
  • IMG_5191
  • IMG_5200
  • IMG_5205
  • IMG_5208
  • IMG_5214
  • IMG_5216
  • IMG_5222
  • IMG_5225
  • IMG_5228
  • IMG_5232
  • IMG_5235
  • IMG_5243
  • IMG_5244
  • IMG_5253
  • IMG_5257
  • IMG_5261
  • IMG_5266
  • IMG_5272

Notícias Relacionadas

“Lutar contra o aquecimento global começa pela água tratada e pelo saneamento”, diz jornalista Sônia Bridi em palestra

Samae de Orleans celebra 47 anos de fundação e inaugura obras de reforma da sede

Investimentos de quase meio milhão de reais visam oferecer um atendimento com mais qualidade aos consumidores e melhores condições de trabalho.

Laboratório que produzia 4 mil comprimidos de ecstasy por hora em SC é fechado pela polícia do DF

Fabricação era feita em sítio em Joinville. Agentes apreenderam máquinas, comprimidos e carros de alto de padrão; 1 homem foi preso.

Prefeito de Balneário Rincão entrega Plano de Saneamento Básico na Câmara

Documento elaborado pela equipe da Universidade do Extremo Sul Catarinense - Unesc será analisado e votado pelo Legislativo.