Geral

Tigre: Artilheiro cada vez mais confiante

Com cinco gols marcados na Série C, Michel se firma como o dono da camisa 9 do Criciúma e busca vitória fora de casa.

Divulgação

Após ficar duas partidas sem marcar, o centroavante Michel voltou a balançar as redes com a camisa do Criciúma. Diante do Londrina, ele marcou duas vezes e chegou a cinco gols na Série C. O camisa 9 se firma na titularidade e ganha confiança para a sequência do campeonato. “Eu acho que marcar dois gols decisivos em uma partida acaba elevando a tua confiança, mas a gente tem que ter pé no chão e seguir trabalhando firme e forte para a sequência do campeonato“, pontua.

A bola está chegando mais na área para o atacante. Ele acredita que assim os gols surgirão ainda mais. “A bola chegando, a gente tem a probabilidade de poder finalizar. Finalizando, os gols acontecem. A gente só tem que agradecer ao grupo e que venham mais gols para o Criciúma”, diz.

A busca agora é pela primeira vitória longe do Majestoso na Série C. O triunfo seria importante para a consolidação do time no G-4 do grupo B. “Eu acho que nós temos que nos cobrar em relação a isso e temos que buscar essa vitória fora de casa. Isso é de suma importância para a nossa pretensão e para a nossa classificação”, comenta Michel.

A primeira impressão sobre o técnico Itamar Schulle é positiva. “Um cara que conhece a Série C e tem muito a nos ajudar e agregar. Então, a gente tem que se adaptar o mais rápido à forma de trabalho dele para que a gente possa nos ajudar ao acesso à Série B”, finaliza.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Núcleo do Projeto Tigrinhos chega aos municípios da Amesc

Convênio foi assinado entre Unesc, o Criciúma e a Prefeitura de Praia Grande.

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.

Beto Campos, ex-técnico do Criciúma, morre aos 54 anos