Geral

TSE suspende cancelamento de 2,5 milhões de títulos eleitorais

Eleitores sem cadastro biométrico poderão votar em outubro

Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu suspender o cancelamento de 2,5 milhões de títulos de eleitores que não compareceram ao processo de revisão biométrica. A suspensão ocorreu devido ao período de isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus. Com a medida, os eleitores estarão aptos a votar nas eleições de outubro.

Segundo o TSE, a suspensão do cancelamento ocorreu em 11 estados. Os eleitores que estavam com pendências no documento deverão resolvê-las após as eleições.

O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

Notícias Relacionadas

Justiça Federal concede liminar e suspende licenças para implantação de condomínio no Farol de Santa Marta

Além da suspensão, a proprietária não poderá promover qualquer intervenção na área, em Laguna (SC), sob pena de multa diária de R$ 10 mil

São Joaquim suspende aulas nesta sexta-feira (5) na rede municipal por causa do frio intenso

A orientação foi da Defesa Civil, por causa das baixas temperaturas durante o dia

Udesc suspende cronograma e prazos do Vestibular de Inverno devido ao novo coronavírus

Outro prazo adiado se refere ao lançamento do edital e ao início das inscrições, previsto para 1º de abril.

Ricardo Guidi (PSD) ganha vaga de Ana Paula Lima (PT) na Câmara após liminar do TSE

O PT pediu a reanálise da questão após o primeiro turno das eleições, quando faltou apenas um voto para que o partido conseguisse eleger Ana Paula Lima.