Saúde

Vacina: Criciúma retira doses e encaminhará para Tubarão e Araranguá

Em Tubarão, mais dois grupos de idosos serão vacinados na sexta-feira (5).

Divulgação

O Governo do Estado iniciou a distribuição de 45.600 doses, metade da quantidade recebida nesta quarta-feira, 3, da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan. As 91,2 mil doses chegaram às 8h20 no aeroporto de Florianópolis. Elas foram encaminhadas para a Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), em São José, onde foi organizada a logística de entrega para as 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) das Regionais de Saúde de Santa Catarina.

No início da tarde, as UDVEs de Joinville, Grande Florianópolis, Blumenau, Itajaí e Criciúma retiraram as doses. Criciúma encaminhará as vacinas para Tubarão e Araranguá e Joinville para Jaraguá do Sul e Mafra. Na quinta, 4, a partir das 7h, dois caminhões irão em direção às UDVEs de Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê, Concórdia, Lages, Rio do Sul, Joaçaba e Videira. A Polícia Militar fará a escolta do transporte.

“Assim como nas outras remessas recebidas, desta vez também o Estado se empenhou para levar as vacinas à população catarinense o mais rápido possível, dando continuidade à nossa Campanha de Vacinação, que é tão importante neste momento. E, assim que novas remessas forem encaminhadas, iniciaremos as fases seguintes, até que tenhamos toda a população idosa acima de 60 anos, que representa mais de 80% dos óbitos de Covid-19 no estado, protegida pela vacinação”, ressalta João Augusto Brancher Fuck, diretor da Dive.

Em Tubarão, mais dois grupos serão vacinados na sexta

A Fundação Municipal de Saúde fará na sexta-feira (5) a vacinação contra a Covid-19 de mais dois grupos de idosos no estacionamento do Farol Shopping. Receberão a segunda dose os idosos vacinados no dia 12 de fevereiro e a primeira dose para os idosos entre 83 e 84 anos de idade.

Os horários do drive-thru para a vacinação serão os seguintes:

9h às 17h – idosos a partir dos 90 anos que receberão a segunda dose da vacina.

11h às 17h – idosos de 83 e 84 anos que receberão a primeira dose.

Os idosos precisam levar documentos de identificação, o cartão nacional do SUS e comprovante da primeira dose.

Distribuição das doses

A distribuição de metade das doses é recomendação do Ministério da Saúde (MS). Elas estão sendo encaminhadas aos municípios catarinenses para a primeira dose (D1). Na maior parte dos municípios, as doses serão utilizadas para imunizar trabalhadores da saúde e idosos entre 80 e 84 anos. A outra metade ficará armazenada para garantir a aplicação da Dose 2 (D2) nessa mesma população, em um intervalo de 2 a 4 semanas.

Devido ao agravamento da pandemia no Oeste do estado, serão encaminhadas 6.078 doses que vieram do Fundo Estratégico do Programa Nacional de Imunização para os municípios pertencentes à essa região: área de abrangência das UDVEs de Chapecó, Concórdia, São Miguel do Oeste e Xanxerê. As vacinas serão utilizadas para dar continuidade à vacinação da população de 80 a 84 anos, visto que elas são suficientes para vacinar 100% desta população e dar início à vacinação da faixa etária de 75 a 79 anos (11%).

“Como a quantidade de doses é insuficiente para cobrir 100% da população com idade entre 75 e 79 anos, a orientação é iniciar a vacinação pelos mais idosos, com 79 anos, conforme a disponibilidade de doses, até chegar a faixa etária de 75 anos. Nos demais municípios, fora da região oeste, a recomendação é dar continuidade à vacinação dos idosos entre 80 e 84 anos”, orienta o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

Com relação aos trabalhadores da saúde, tendo em vista que o Ministério da Saúde (MS) encaminhou um quantitativo reduzido de doses para este público (1,8%), foi dado prioridade para os municípios que concentram maior número de estabelecimentos de saúde, bem como ainda apresentam um resíduo (população a ser vacinada) acima de 1.000 trabalhadores.

Doses recebidas

Santa Catarina recebeu um total de 497.040 doses das vacinas Oxford/AstraZeneca e Coronavac/Butantan em sete remessas. Elas chegaram ao estado nos dias 18, 24 e 25 de janeiro; 7 e 24 de fevereiro (2 remessas em um só dia); e 3 de março As doses foram encaminhadas ao estado nesta ordem:

18.01.2021 – 144.040 doses Butantan/Coronavac – Distribuído (D1: 19/01 e D2: 02/02)

24.01.2021 – 47.500 doses Oxford/Astrazeneca – Distribuído (D1: 25/01)

25.01.2021 – 21.600 doses Butantan/Coronavac – Distribuído (D1: 02/02 e D2: 19/02)

07.02.2021 – 85.000 doses Butantan/Coronavac – Distribuído (D1: 08/02 e D2: 25/02)

24.02.2021 – 59.500 doses Oxford/Astrazeneca – Distribuído (D1: 25/02)

24.02.2021 – 48.200 doses Butantan/Coronavac – Distribuído – metade 24.100 (D1: 25/02)

03.03.2021 – 91.200 doses Butantan/Coronavac – Distribuído – metade 45.600 (D1: 03 e 04 /03)

Balanço parcial de vacinação

Balanço parcial de vacinação divulgado pela Secretaria da Saúde nesta quarta, 3, traz um aumento de 29.368 doses aplicadas em um comparativo com o boletim divulgado na última segunda, 1º de março. Santa Catarina soma um total de 268.134 catarinenses vacinados. Sendo que, 204.275 correspondem à primeira dose e 63.859 à segunda. O Balanço é elaborado pela Dive com informações fornecidas pelos municípios catarinenses.

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com mais de 80 anos.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Coronavírus em SC: Fapesc convida pesquisadores para falar sobre desenvolvimento de vacina para Covid-19

A Fapesc convidou os pesquisadores André Báfica e Daniel Mansur para conversar diretamente com os catarinenses em live nas redes sociais nesta quinta-feira (30), às 17h.

Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Apenas profissionais de saúde podem participar do estudo

Hospital das Clínicas de Campinas começa testes de vacina contra Covid-19

Trabalhos estão sendo conduzidos pelo Instituto Butantan