Geral

Acusado de assediar e aliciar crianças é preso em Imbituba

Apurou-se que o homem efetuava chamadas de vídeo com as vítimas e praticava, nas ligações, atos obscenos.

Prisão

Divulgação

Um homem de 46 anos, acusado de assediar e aliciar crianças e adolescentes através das redes sociais, foi preso. A prisão aconteceu em Imbituba.

De acordo com a polícia, o investigado, através de perfis falsos no Facebook e WhatsApp, atraía suas vítimas e as induzia a se exibirem de forma pornográfica ou sexualmente explícita na internet.

A prisão aconteceu na casa do acusado, no bairro Vila Nova Alvorada. Os policiais localizaram e apreenderam o aparelho celular do investigado, que era utilizado por ele na prática dos crimes. Apurou-se que o homem efetuava chamadas de vídeo com as vítimas e praticava, nas ligações, atos obscenos.

De acordo com o delegado Juliano Baesso, que preside as investigações, foram identificadas vítimas residentes em Imbituba, Tubarão e, inclusive, em outros estados. No celular do homem, segundo a polícia, foi possível observar dezenas de conversas com crianças e adolescentes, confirmando a prática dos crimes relacionados à pedofilia por parte do investigado.

“Ainda há necessidade de periciar o celular apreendido e inquirir novas vítimas já identificadas e ainda a serem identificadas. O investigado poderá ser indiciado por crimes como armazenamento de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes, aliciamento de criança, importunação sexual, entre outros”, explica Juliano. “Caso alguém tenha sido vítima de fatos semelhantes, deve procurar a Delegacia de Polícia de Imbituba e registrar o respectivo boletim de ocorrência”, diz o delegado.

Com informações do Jornal Diário do Sul 

Notícias Relacionadas

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira

Centro de Convivência: Siderópolis terá novo espaço para receber crianças, jovens, adultos e idosos

O local receberá grupos que integram o serviço de convivência, que totalizam 326 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.

Assistentes sociais do Poder Judiciário estudam garantia do direito à convivência familiar de crianças e adolescentes

Os nove pesquisadores integrantes do grupo trabalharam na elaboração de um subprojeto para a produção e disseminação de conhecimentos e o aperfeiçoamento de metodologias de trabalho na área