Segurança

Agressor de ex-vereador é indiciado

Arma de fogo também foi apreendida com o suspeito, que foi preso por porte ilegal.

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um homem de 47 anos foi indiciado por lesão corporal grave e porte ilegal de arma de fogo, pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Criciúma. De acordo com o delegado André Milanese, o inquérito instaurado pela DIC confirmou que o indivíduo em questão agrediu um ex-vereador do município no último dia 16 de janeiro, em um bar no Bairro Morro Estevão.

Ainda segundo a Polícia Civil, na oportunidade, com uma barra de ferro, o agressor causou uma fratura exposta em um dos braços da vítima. “Naquela mesma ocasião, ele teria ameaçado parentes do ex-vereador com uma arma de fogo”, explica a autoridade policial.

Ontem, policiais da DIC cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do indiciado, localizada no mesmo bairro, e abordaram o indivíduo no momento em que ele chegava em casa dirigindo sua camionete. “Ocasião na qual portava no veículo uma pistola calibre .380 municiada. A arma de fogo é registrada, mas o homem não possui autorização para portá-la, razão pela qual foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, sendo liberado após pagar a fiança arbitrada”, completa Milanese.

Por também ter sido indiciado pelo crime de lesão corporal grave, a pena pelo crime pode chegar a cinco anos de reclusão.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Morre Waldemar Colonetti, presidente da Aproet, aos 76 anos

Gestante acusa marido de agressões em Lauro Müller

Ao chegar no local, a Polícia Militar encontrou a gestante chorando e acolhida por vizinhos. Ela não apresentava lesões aparentes.

Vereadores querem instalação de bebedouros públicos em Cocal do Sul

Proposta foi apresentada pelo vereador Tiago da Silva (PSDB) e aprovada por unanimidade em sessão na noite desta terça-feira (09)

Prefeito de Forquilhinha decreta luto de três dias pela morte de Valberto Berkembrock