Geral

Alunos de creche incendiada em Forquilhinha retomam aulas em 11 de novembro

Crianças de 0 a 3 anos vão estudar no centro comunitário do Bairro Cidade Alta. Secretaria de Educação avalia se vale a pena fazer reforma ou construir nova creche em Forquilhinha.

Divulgação

Os 73 alunos da creche Sonho Mágico, em Forquilhinha, vão voltar para as salas de aula em 11 de novembro. Elas vão estudar no centro comunitário do Bairro Cidade Alta. A creche foi alvo de incêndio no domingo (27). A Secretaria Municipal de Educação analisa se vale a pena reformar o local ou construir um novo.

De acordo com a prefeitura, o incêndio ocorreu por volta de 13h30 de domingo. Os bombeiros foram até o local para combater as chamas, mas, mesmo assim, o centro de educação infantil ficou destruído. Mais de 16 mil litros de água foram utilizados para combater o fogo. A Polícia Civil concluiu que o incêndio foi causado por três crianças e um adolescente, de 5, 9, 11 e 12 anos.

Agora, a prefeitura faz adequações no centro comunitário para receber as 73 crianças de 0 a 3 anos em caráter emergencial. O município está colocando divisórias para demarcar os espaços. A cozinha está sendo adaptada para preparar a merenda.

Também vai ter reposição de vidraças, reforço nas portas e colocação de grades de segurança. Além disso, a Secretaria de Educação comprou berços, camas empilháveis e brinquedos.

Incêndio

Praticamente tudo foi perdido no incêndio. As crianças envolvidas no incêndio serão encaminhadas para medidas de proteção, conforme o artigo 101 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O adolescente deve responder por ato infracional. O local estava fechado na hora que pegou fogo e ninguém ficou ferido. O incêndio atingiu mais ou menos 70% da creche.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

Incêndio no Hotel Rech: polícia indicia responsável pelo local por homicídio culposo

Com turmas confirmadas, IPG Esucri inicia aulas de quatro cursos de pós-graduação nesta sexta-feira (10)

As matrículas ainda estão abertas

Aulas são suspensas após falecimento de estudante em Içara

Murilo Hernani Santana, de 13 anos, lutava desde dezembro contra um câncer (linfoma). 

Homens são presos tentando roubar materiais de uma creche em Criciúma

A creche passava por obras e os ladrões tentaram levar materiais da construção