Geral

Apaes do Vale do Braço do Norte assinam convênios com o Governo do Estado

Serão beneficiados cerca de 300 alunos e 75 profissionais das instituições Braço do Norte, Armazém, São Martinho, Grão-Pará, São Ludgero e Rio Fortuna.

Foto: Chênia Cenci – Assessoria de Comunicação – ADR Braço do Norte

A Agência de Desenvolvimento Regional – ADR de Braço do Norte assinou nesta quinta-feira (16) os convênios com as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae de seis municípios do Vale.

Os convênios totalizam cerca de R$ 380 mil e beneficiarão 300 alunos e cerca de 75 profissionais que atendem as instituições das Apaes de Braço do Norte, Armazém, São Martinho, Grão-Pará, São Ludgero e Rio Fortuna. Os valores têm como objetivo cooperação técnico pedagógica entre as partes, visando o estabelecimento de condições adequadas para o atendimento de pessoas com deficiência.

“O maior beneficiário deste trabalho fomos todos nós. Com os recursos, muitas associações conseguem se manter e continuar o atendimento aos alunos. O dinheiro público está bem investido nessa área”, afirma o secretário regional, José Ricardo Medeiros.

  • unnamed (6)
  • unnamed (7)

Colaboração: Chênia Cenci – Assessoria de Comunicação – ADR Braço do Norte

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Interessados em oferecer serviços de transportes com plataformas digitais têm 30 dias para se regularizar em Braço do Norte

Após 30 dias, aqueles que estiverem exercendo o transporte remunerado de passageiros e não estiverem regularizados estarão sujeitos às medidas estabelecidas na Lei Complementar 487/2019.