Geral

Audiência vai discutir doação de rua para o asilo em Criciúma

Projeto arrojado visa ampliar estrutura do São Vicente de Paulo, criando até 40 novos apartamentos para idosos.

Divulgação

Está marcada para o próximo dia 11 de setembro uma audiência pública que debaterá a desafetação e doação de um trecho de uma rua no Bairro Michel, em Criciúma, para o Asilo São Vicente de Paulo. Trata-se de um quarteirão da via de mesmo nome, entre as ruas Afonso Pena e Nilo Peçanha.

“Essa é uma ideia que a diretoria toda do asilo vem tendo há muito tempo. Preocupados com a situação da falta de vagas para acolhimento de idosos em Criciúma, temos um terreno do outro lado da rua e que, para fazer qualquer projeto, precisamos integralizar essa passagem”, confirma o presidente do asilo, Zalmir Casagrande.

A intenção, com a Rua São Vicente de Paulo incorporada ao asilo, é unir a atual estrutura a um terreno também de propriedade da entidade. “Para construir apartamentos novos para acolher 30 a 40 idosos, que pudessem contribuir para a sustentabilidade. O asilo precisa angariar recursos. Criaríamos uma forma de dar sustentabilidade para a instituição”, detalha.

Requerimento neste sentido foi apresentado e aprovado na Câmara no dia 15 de julho pelo vereador Zairo Casagrande. “Ficamos até surpresos com a velocidade. Já conversamos com o prefeito Clésio Salvaro que concordou com o projeto”, conta o presidente. “Temos até asfalto do outro lado. Não vemos problemas no sentido de desafetar essa rua e anexar ao terreno do asilo e proteger essa área toda, que veio de doações das famílias Biléssimo e Guidi nos anos 40 para a Conferência São José”, recorda Zalmir.

Aprovado em audiência pública, o requerimento da medida será encaminhado ao prefeito Salvaro para as providências legais, com aval da Câmara.

Pouco tráfego

A medida não trará maiores impactos ao trânsito no Bairro Michel e entorno do asilo. “Muito pequeno. Estamos aqui há mais de 20 minutos e vimos passar um ou dois carros. Influenciaria muito pouco no trânsito e o benefício para a comunidade seria muito grande”, explica o presidente. O trecho de rua a ser desafetado tem cerca de 80 metros de extensão e vai permitir incorporar mais de 800m² de área ao São Vicente de Paulo.

Para estruturar essa nova ala futura do asilo será criado o Instituto São Vicente de Paulo. “O asilo tem um déficit mensal de R$ 20 mil a R$ 25 mil. Abrigamos 70 idosos e arrecadamos um salário mínimo, que não cobre a despesa de um idosos. Temos como parâmetro dois salários mínimos. O asilo abriga pessoas de Içara, Nova Veneza, Balneário Rincão, ele é regionalizado”, justifica.

Asilo em obras

Enquanto o projeto da nova ala do São Vicente de Paulo não sai do papel, a antiga segue em reformas. “A revitalização é muito grande, investimos R$ 1,7 milhão em melhorias, temos um projeto muito bonito de acessibilidade, algo que era improvável. Com 60 anos o asilo não tinha acesso para cadeirantes, e o nosso público é de muitos cadeirantes”, conta. “Quem não visitou o asilo nos últimos anos se surpreende. O asilo está bonito, totalmente revitalizado, por isso também essa procura. Hoje não é mais asilo, mas na verdade é uma casa de acolhimento, é um ambiente acolhedor, está bonito”, completa.

Tudo isso, conforme o presdente Zalmir, para dar conta de uma fila de espera que é constante. “Temos fila de espera sim, às vezes o asilo abriga pessoas até sem contribuição. Por lei o Estado tem que garantir um salário mínimo, utilizado para o custeio, por isso fazemos rifas, feiras, almoços beneficentes”, observa. “O asilo recebe muitas doações, é esse generosidade do criciumense que nos dá condições de continuar”, pontua. “Estamos transformando o asilo em um hotel três estrelas”, finaliza.

Com informações do site 4oito 

Notícias Relacionadas

Casa de Repouso Bom Jesus inaugura oficina recreativa, em Criciúma

Prefeitura realiza doação de terrenos para empresas e fomenta geração de empregos em Criciúma

Localizadas no Loteamento Industrial Vila Natureza, áreas foram destinadas para duas empresas. Objetivo é a geração de empregos e renda às famílias

Coronavírus em SC: Estado recebe doação de 160 mil litros de combustível para combate à pandemia

São 80 mil de gasolina e outros 80 mil litros de óleo diesel S10 para ser usado na frota das instituições que atuam de forma presencial no combate à Covid-19

Desconto nos salários: prefeito, vice e secretários de Braço do Norte cumprem doação de 20%

Ao todo foram depositados R$ 6.594,30 na conta do Fundo da Secretaria Municipal de Saúde e R$ 6.594,30 na conta do Fundo Municipal de Assistência Social, totalizando R$ 13.188,60.