Saúde

Balneário Gaivota confirma morte de idosa por Covid-19

A mulher de 71 anos morreu na madrugada de quinta-feira (2) e a família aguardava o resultado do exame.

Divulgação/Secom

Já no primeiro exame foi confirmado que o óbito da mulher de 71 anos de Balneário Gaivota, ocorrido na tarde de quinta-feira (2) em um hospital em Criciúma, foi decorrente da doença Covid-19.

O resultado da primeira coleta saiu na manhã deste sábado (4), e confirmou a primeira morte pelo Covid-19 no Vale do Araranguá. Aguarda-se a segunda coleta, mas como a segunda é ainda mais sensível, já com o positivo no primeiro exame é possível confirmar o laudo relacionado ao coronavírus.

Em respeito à família, o nome da idosa se mantém em sigilo. A Vigilância Epidemiológica pontua que o familiar mais próximo da idosa já se encontra em monitoramento. Salienta-se que se mantêm os protocolos gerais para toda população em cuidar com a higienização e realizar ao máximo possível o isolamento social.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Em três meses, PGE atuou em cerca de 270 ações judiciais e emitiu 36 pareceres jurídicos sobre Covid-19

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuou de forma judicial e administrativa para dar suporte às decisões do Poder Executivo e garantir o cumprimento das determinações para conter o avanço do novo coronavírus no Estado.