Saúde

CISAMREC começa responder pelo SVO a partir do dia 25

CISAMREC começa responder pelo SVO a partir do dia 25

Foto: Antonio Rozeng / Comunicação AMREC

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da AMREC – CISAMREC começa a responder pela gestão financeira do Serviço de Verificação de Óbito – SVO da região carbonífera, a partir do dia 25. Hoje, o serviço é administrado pelo Município de Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

O contrato, que vence dia 24 de março, passará a ser administrado pelo Consórcio no dia seguinte por um contrato emergencial de seis meses. Paralelo a isso, será providenciada a licitação do serviço. O contrato emergencial foi assinado nessa quinta-feira (23), pelo presidente do CISAMREC e prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer.

A decisão foi tomada pelos secretários de saúde dos municípios da AMREC em reunião da Comissão Intergestores Regional de Saúde – CIR. Segundo a diretora do CISAMREC, Daníria Souza da Rocha, a prestação deste serviço será um desafio. “Seremos o primeiro Consórcio de Saúde do Estado a gerir este serviço – SVO. Contudo, como é um pleito dos secretários municipais, e por ser o serviço regionalizado, acreditamos que a parceria será bem sucedida”, declarou.

Para o coordenador da Comissão Intergestores Regional de Saúde – CIR e secretário de Saúde de Forquilhinha, Diego Passarela, apesar de pouco conhecido, o SVO é essencial. “O SVO é um serviço que as pessoas só conhecem quando precisam dele por um falecimento de um parente ou amigo. Como o contrato com Criciúma vence este mês, optamos por esta mudança”. Com isso estamos também ampliando o horário de atendimento, passando a atender até às 22 horas”, comentou.

Colaboração: Antonio Rozeng / Comunicação AMREC

Notícias Relacionadas

Momento preocupante nas regiões da Amrec e da Amurel por causa da forte chuva

Defesa Civil, Bombeiros e Polícia Militar atuam no socorro em várias cidades da região

Projeto Ver retorna ao Sul do Estado com 990 cirurgias de catarata

Nesta quarta-feira (14), iniciam as cirurgias de catarata para 207 pacientes da Amrec, em Nova Veneza, e da Amurel, em Braço do Norte.

Regiões da Amrec, Amurel e Amesc se organizam para atraírem novos investimentos

De 2012 a 2018, a região cresceu 71,53% enquanto o Estado 72,69%.

Audiência pública nesta sexta-feira discute pedágio em São João do Sul

Prefeitos das 27 cidades da Amesc e da Amrec já enviaram ofício à ANTT repudiando a cobrança em São João do Sul.