Geral

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.

Divulgação/Secom

O Governo de Santa Catarina entrega nesta semana três Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Armazém, Rio do Oeste e Lontras são os municípios que receberão um Cras. Já Florianópolis passará a contar com um novo Creas. O investimento total é de R$ 3.927.016,51.

“Os Cras e Creas oferecem um serviço de proteção e prevenção a pessoas em vulnerabilidade social. É um espaço de acolhimento e de garantia de direitos da população. São entregas muito importantes para estas cidades”, ressalta o governador Carlos Moisés.

“O objetivo é dar boas condições aos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e assim, tornar, cada vez melhor o atendimento e o acolhimento das pessoas que necessitam destes serviços”, disse a secretária de Estado do Desenvolvimento Social, Maria Elisa da Silveira De Caro.

As unidades de assistência social da proteção básica (Cras) e de proteção especial (Creas) foram realizadas em parceria com as prefeituras. O Cras é uma unidade de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas), que tem por objetivo prevenir ocorrências de situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza ou privação como ausência de renda ou fragilização de vínculos afetivos ou relacionados a discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, entre outras.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é um equipamento que atende famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade, mas cujos vínculos familiares e comunitários não foram rompidos. O foco são pessoas que sofreram violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas ou que estão em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, entre outros.

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília. Elas são para a proteção básica e especial e foram realizadas em parceria com as prefeituras.

Confira o cronograma de entregas:

10 de março

Entrega do CREAS de Florianópolis às 10h
Rua Manoel Pizolati, 311, Bairro Jardim Atlântico
Investimento: R$ 344.323,69

Inauguração do Cras de Armazém às 17h
Investimento: R$ 370.006,99 + 12.371,41 de mobiliário
Rua Pedro Gerônimo Cardoso – Centro

11 de março

Inauguração do Cras de Rio do Oeste a partir das 10h
Investimento: R$ 394.609,75 + 12.371,41 de mobiliário
Rua Paulo Sardagna 685 -Bairro Bela Vista

Inauguração do Cras de Lontras a partir das 14h
Investimento: R$ 331.422,67 + 12.371,41 de mobiliário
Rua Bernando Wachholz – Centro

Notícias Relacionadas

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

Estado libera recursos para pavimentação da última etapa de acesso à Barragem do Rio São Bento, em Siderópolis

Para o prefeito Cesa, foram muitos anos de espera por essas duas obras no município.