Poder Executivo

Começa a Campanha do Agasalho em Treviso

Doações podem ser feitas nos 10 pontos de coleta distribuídos pela cidade.

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Treviso lançou nesta quinta-feira (26) a Campanha do Agasalho 2018. São 10 pontos de coleta espalhados pelo município para que toda a comunidade tenha a oportunidade de fazer a doação de peças de roupa, cobertores e demais itens em bom estado e que não têm mais tanto uso em casa, porém farão a diferença no inverno das famílias que precisam.

Os pontos de coleta são: Prefeitura, Posto de Saúde, Cooperativa de Eletrificação Rural de Treviso – Certrel, Centro de Referência em Assistência Social – Cras, Igreja Santo Alexandre, Igreja Caminho de Deus, Igreja Assembléia de Deus, Escola Udo Deeke, Escola Maria Brogni e sede da Promoção e Assistência Social de Treviso – Proast. Nesses locais a coleta será realizada até o dia 17 de maio.

E nos dias 23, 24 e 25 de maio o Salão Paroquial estará aberto para receber mais doações. “Serão três ‘Dias D’ em uma localização central da cidade para que todos possam fazer aquela doação de última hora. Com a troca da estação que está acontecendo agora é comum que façamos aquela limpa nos armários e sempre tem alguma peça que não serve mais, um cobertor que sobra, por isso pedimos que nessa hora as pessoas sejam tocadas pela solidariedade e separem essas peças que serão a felicidade de famílias que muito necessitam”, declara o prefeito Jaimir Comin.

Colaboração: Bruna Borges / Comunicação Prefeitura de Treviso

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Casa de Repouso Bom Jesus inaugura oficina recreativa, em Criciúma

Campanha Natal Jovem Solidário de Orleans distribui mais de 500 brinquedos e meia tonelada de alimentos

Ação promovida pelo Setor de Juventude da Paróquia Santa Otília finalizou no domingo (23) com a entrega das doações pelos voluntários.

Com temperatura negativa, Serra tem até ‘boneco de geada’