Saúde

Coronavírus em SC: Governador entrega equipamentos para abertura de leitos de UTI em Laguna

O governador Carlos Moisés vistoriou na manhã desta sexta-feira (31), o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna

Divulgação/Secom

O governador Carlos Moisés vistoriou na manhã desta sexta-feira (31), o espaço no Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, que abrirá 10 leitos de UTI nas próximas semanas. Na ocasião, fez a entrega de cinco monitores multiparâmetros, que eram os últimos equipamentos necessários para a implantação dos leitos.

“Vejo aqui um hospital com uma história muito importante. Precisamos preservar e dar as condições para que aqui se preste um serviço de excelência à população de Laguna e região”, declarou o governador. “Hoje estamos muito próximos da recomendação da OMS em número de leitos à disposição da população. Nada disso seria possível se o Estado ainda estivesse no vermelho como herdamos. Nossa forma de governar, diminuindo despesas e encerrando contratos históricos que lesavam os cofres públicos, nos permitiu ser referência nacional no enfrentamento à Covid-19. Temos muitos investimentos programados para a região. A intenção do governo é dar continuidade às sementes que plantamos”, acrescentou.

Carlos Moisés ainda destacou a importância da união de esforços com prefeitos e fez deferência a todos que trabalham na área da saúde. “São pessoas que têm uma vocação. Ninguém realiza nada sozinho. Todos formam um conjunto para que tenhamos essa unidade trabalhando adequadamente”, enalteceu.

De acordo com a administração do hospital, a previsão é de que os leitos estejam funcionando entre 15 e 20 dias. “Tínhamos planos de abrir esta unidade daqui a dois anos, mas veio a pandemia e nos mobilizamos para adequar o espaço em tempo recorde. Hoje estamos aqui graças aos esforços de uma equipe dedicada que trabalha diariamente para alcançar os resultados”, frisou a presidente do hospital, médica Tatiana Mansur Blosfeld.

Governo trabalha pela permanência dos leitos

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, explica que, depois de ativados os leitos, o próximo passo é a habilitação junto ao Ministério da Saúde, o que permitirá o recebimento de recursos federais para o custeio.

Inicialmente, os leitos permanecerão ativos por seis meses, mas a manutenção das unidades após esse período já está sendo avaliada. “Vamos encontrar uma solução para manter aberta por muito mais tempo. Ela não será fechada após esse período, vamos trabalhar para que permaneça servindo toda a região de Laguna. Até o fim de agosto, teremos dobrado o número de leitos de UTI em Santa Catarina em relação ao que havia antes da pandemia”, assegurou. De acordo com ele, a intenção é manter a maior parte dos leitos abertos de forma permanente, a fim de viabilizar a oferta de mais serviços de saúde nas regiões.

Na avaliação do prefeito de Laguna, Mauro Candemil, a entrega dos últimos equipamentos necessários para a ativação dos leitos é um marco relevante na semana do aniversário da cidade. “Faz dez anos que nós e a sociedade civil estamos mobilizados para que chegasse este dia. Foi muito importante ter aqui a presença do governador e do secretário e vê-los compromissados com a manutenção desta UTI mesmo após a pandemia”, afirmou.

O deputado federal Fabio Schiochet e o prefeito de Jaguaruna, Edenilson Montini da Costa, também participaram do ato.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.