Serra

Creche é infestada por ratos em São Joaquim

Foto: Divulgação

Uma infestação de ratos tem preocupado professores do Centro de Educação Infantil Madre Paulina, em São Joaquim. Eles relatam que há pelo menos duas semanas encontram todos os dias fezes desses roedores na cozinha, nos armários, junto com as verduras, além dos pacotes de leite em pó, farinha de trigo e arroz que são furados.

Tudo acaba descartado. Os alimentos são colocados fora por conta do risco que os ratos causam para as crianças e funcionários. As professoras temem que os dejetos e a urina dos ratos possam estar presentes, também, na caixa d’água. “Não sabemos se o pessoal da dedetização esteve aqui, mas hoje encontramos fezes de rato na pia, saco de alimento furado, tábua de carne com fezes em cima”, afirmou uma das professoras, que prefere não se identificar.

O Centro de Educação Infantil Madre Paulina atende 50 crianças de até 3 anos. De acordo com o Secretário de Educação do Município, Fabiano Padilha, todo o ano as escolas municipais passam por uma desratização, dedetização e as caixas d’água são limpas.

Sobre o caso do Centro de Educação Infantil Madre Paulina, ele diz que ficou sabendo na semana passada e, segunda-feira à tarde, a desratização foi feita na unidade. Uma escola do interior que estava sofrendo com a infestação de taturanas também foi dedetizada. “Segunda-feira mesmo a empresa já veio fazer a desratização desse Ceim e, também, a dedetização das taturanas e lagartas na escola Jarbas Amarante Ferreira, na localidade do Boava”, disse o secretário.

Com informações de Eduarda Demeneck/NSC Total

Notícias Relacionadas

Homens são presos tentando roubar materiais de uma creche em Criciúma

A creche passava por obras e os ladrões tentaram levar materiais da construção

Parceria entre Governo Municipal e pais de alunos restaura parques em CEIs de Morro da Fumaça

Creche será ampliada e atenderá 80 crianças em Orleans

O prefeito Jorge Koch assinou a ordem de serviço na manhã desta sexta-feira (10)

Creche de Braço do Norte é furtada duas vezes em 24 horas