Geral

Dr. Daniel Proença Feijó será homenageado pela Câmara de Vereadores de Criciúma

Médico psiquiatra forense é reconhecido por relevante atuação na cidade de Criciúma, como também no estado de Santa Catarina. O profissional também dirigiu corpo clínico de hospital e atuou como médico da Saúde da Família, em Lauro Müller.

Foto: Arquivo Pessoal

O médico psiquiatra forense Daniel Proença Feijó está entre as 24 personalidades que serão homenageadas no próximo dia 12, quarta-feira, pela Câmara de Vereadores de Criciúma. Serão entregues os Títulos Honoríficos de Cidadania Honorária, Cidadania Benemérita e Diploma de Mérito. A cerimônia ocorrerá, às 19 horas, no Salão Social da Sociedade Recreativa Mampituba.

Dr. Daniel Proença Feijó foi indicado pelo vereador Salésio Lima para receber a Cidadania Honorária. A honraria é destinada à pessoa física, nascida em outro município e que desenvolveu atividade cujos reflexos mereceram a aprovação da comunidade de Criciúma ou, de forma direta, tenha prestado relevantes serviços ao Município.

“É um amigo de longa data e tem uma atuação excepcional como médico psiquiatra na cidade. Conhecido também pela humildade e excelente atuação no consultório, hospital São José, INSS e junto a Secretaria de Administração Estadual. Foi uma honra poder indicá-lo e é merecedor da honraria”, afirma Lima.

“Estou feliz pelo reconhecimento do meu trabalho o qual tenho me dedicado cada vez mais para sempre servir aos que mais necessitam. Esse reconhecimento vem demonstrar a todos, que vale a pena nos dedicarmos com carinho a nossa profissão e ao nosso exercício de cidadania, tratando a todos com respeito e sempre ajudando quando possível”, comenta Dr. Feijó.

Foto: Arquivo Pessoal

A motivação

O médico tem como inspiração pessoal e profissional seus pais e a sua filha Maria Heloísa Maciel Feijó de apenas 7 anos. “Quero que isso também sirva de exemplo de dignidade, humanismo para a minha filha. Ela terá todas essas homenagens recebidas pelo pai, como exemplo a seguir e usará isso como espelho para sua vida sempre dando o melhor de si, às pessoas que necessitem”, comenta Feijó.

Quem é Daniel Feijó

Daniel é filho de Pedro Feijó Sobrinho e Maria Aparecida Proença Feijó, caçula dentre sete irmãos e pai de Maria Heloísa Maciel Feijó. Nasceu no município de Mundo Novo/MS, na data de 2 de setembro de 1977. Passou sua infância e adolescência em Alta Floresta/MT.

Nos anos 2000 veio residir em Tubarão/SC, para realizar um grande sonho, cursar medicina pela Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul, onde se formou.

Decidido a aprimorar-se e dedicar-se na Medicina, especializou-se na área de Psiquiatria, pela Associação Brasileira de Psiquiatria e pela Associação Médica Brasileira, e na área de Dependência Química pela Unifesp – Universidade Federal de São Paulo. No prosseguimento dos estudos, realizou especialização em Psiquiatria Forense, área esta, que se dedica atualmente. Atualmente é médico perito do INSS e da Secretaria Estadual de Administração de Santa Catarina. Recentemente foi aprovado em concurso de título especialista em medicina legal e perícias médicas.

Doutor Daniel, ávido por conhecimento e por ajudar as pessoas, concluiu com louvor seu Mestrado e seu Doutorado em Neurociências pela Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina – Unesc, onde realiza pós-doutorando na mesma área. Prestou concurso público e atualmente é médico perito do INSS e da Secretaria Estadual de Administração de Santa Catarina. Recentemente foi aprovado em concurso de título especialista em medicina legal e perícias médicas.

Na vida profissional, iniciou suas atividades na cidade de Lauro Müller/SC, como médico e diretor clínico do Hospital Henrique Lage e Médico da Saúde da Família, também em Lauro Müller.

Mudou-se para Criciúma/SC e atuou como médico socorrista do Samu na própria cidade, atuando também perante o Samu de Florianópolis como socorrista da Aeronave Patrulha 01 e Arcanjo 01.

Notícias Relacionadas

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.