Esporte

Hercílio Luz perde para o Figueirense, mas segue fora da zona de rebaixamento

Time de Tubarão jogou na capital na tarde deste domingo (25) e tomou o único gol da partida, aos 42 minutos da segunda etapa.

Foto: Divulgação

O Hercílio Luz perdeu para o Figueirense com um gol aos 42 minutos do segundo tempo. Jogando no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, o time tubaronense teve ótimas chances de abrir o placar e quase saiu da capital com o empate e um potinho valioso para suas pretensões no decorrer do Campeonato Catarinense, que é permanecer na elite de 2019.

Apesar da derrota, o Leão do Sul continua na oitava posição na tabela, momentaneamente, já que o Concórdia enfrenta o Joinville a partir das 18h deste domingo, em casa, e luta para deixar a zona da degola. Na próxima rodada, a penúltima do Estadual, o Leão do Sul encara o Galo do Oeste em jogo que pode sacramentar a manutenção do time na elite, já que a partida está marcada para o Estádio Aníbal Costa, em Tubarão, que deverá receber um bom público. O embate será na quarta-feira, às 20h30.

O Atlético Tubarão, que disputa o seu segundo ano seguido na Série A do futebol catarinense, luta para ficar entre os três primeiros e, assim, garantir vaga direta à Copa do Brasil de 2019 e no Campeonato Brasileiro da Série D do próximo ano. O Peixe recebe o Avaí, na Vila dos Ferroviários, às 20h também deste domingo. Uma vitória pode colocar o elenco na terceira posição na classificação, depende do jogo do Joinville contra o Concórdia.

Com informações do Portal Notisul

Notícias Relacionadas

Associação Atlética de Orleans precisa de apoio para fazer ainda mais história no futebol orleanense

Próspera lança plano de sócio para a temporada

Neste primeiro momento, três tipos de modalidades estão disponíveis para a torcida.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.

LARM recebe Moção de Aplausos pelo legado de 70 anos