Geral

Incêndio em creche de Forquilhinha foi provocado por crianças e adolescente

Investigação da Polícia Civil esclareceu o caso registrado no último domingo, 27.

Divulgação

A Polícia Civil de Forquilhinha apurou que o incêndio que destruiu o Centro de Educação Infantil Sonho Mágico, no Bairro Cidade Alta, no último domingo, 27, deixando mais de 73 crianças sem atendimento, foi provocado por três crianças, de 5, 9 e 11 anos, e por um adolescente de 12 anos.

Conforme o delegado de Polícia Civil do município, Ricardo Kelleter, os quatro foram até o local no sábado, 26, e reviraram todo o estabelecimento, usando luvas. “Posteriormente, no domingo, retornaram, a fim de ‘apagar’ eventuais digitais deixadas no local. Em razão disto, o adolescente ateou fogo no local, valendo-se de álcool em gel e fósforo, passando as chamas a atingir toda a creche. Além dele, o menor de 10 anos colocou fogo nas cortinas. A criança de 5 anos de idade, por sua vez, jogou leite no feijão e lançou ovos na parede. Somado a isto, todos eles fizeram o consumo de biscoitos que estavam na creche”, completa.

Ainda de acordo com a autoridade policial, exames periciais foram requisitados e serão juntados aos autos assim que forem concluídos, para encaminhamento ao Poder Judiciário. “Ao adolescente será atribuído o ato infracional análogo ao crime de incêndio, enquanto que as crianças serão encaminhadas para as medidas de proteção”, acrescenta Kelleter.

Com informações do site Forquilhinha Notícias

Notícias Relacionadas

Centro de Convivência: Siderópolis terá novo espaço para receber crianças, jovens, adultos e idosos

O local receberá grupos que integram o serviço de convivência, que totalizam 326 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Assistentes sociais do Poder Judiciário estudam garantia do direito à convivência familiar de crianças e adolescentes

Os nove pesquisadores integrantes do grupo trabalharam na elaboração de um subprojeto para a produção e disseminação de conhecimentos e o aperfeiçoamento de metodologias de trabalho na área