Geral

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.

Divulgação/Satc

Quantos anos uma pessoa precisa ter para começar a empreender? Bruno Venturini, Lucas Sosa, Lucas Urbano e Vitória Olivo provam que no empreendedorismo não existe idade. Os adolescentes, de 16 e 17 anos, criaram a startup: o Ministério do Povo. O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.

Tudo começou no Fábrica de Ideias, um projeto que busca propor ideias inovadoras para os alunos dos cursos técnicos da Satc. Dos 10 projetos inscritos, o Ministério do Povo foi o único selecionado para o Cocreation Lab, a pré-incubadora da instituição. “Tivemos uma palestra e eu já sabia que queria fazer algo diferente. Conversei com os meus pais e daí surgiu a ideia. Depois disso, era a hora de ir atrás das pessoas”, conta o estudante do curso técnico de Informática, Bruno Venturini.

Para formar o grupo, o jovem decidiu misturar colegas de áreas diferentes. Um deles foi o aluno do técnico em Eletrotécnica, Lucas Urbano. “Queremos criar uma plataforma ou aplicativo baseada na confiabilidade de informações governamentais com linguagem e visual mais acessível. A pessoa poderá saber onde o vereador que ela votou na última eleição está usando o dinheiro”, explica.

Divulgação/Satc

A equipe está há pouco mais de um mês participando de workshops e palestras do Cocreation, mas já é possível observar a evolução dos adolescentes. Segundo Urbano, o projeto começou como um site que juntaria cada setor do governo para dar acessibilidade para os funcionários públicos. Porém, a ideia foi ampliada e agora o grupo trabalha para fazer um sistema que atenda todas as pessoas.

A evolução dos jovens vai além do projeto, é também desenvolvimento pessoal e social. “O que chamou minha atenção foi estar compartilhando ideias com as outras pessoas. Isso fez eu me tornar mais comunicativa”, salienta a aluna do curso técnico de Design de Interiores, Vitória Olivo.

O coordenador do Cocreation Lab, Gustavo dos Santos de Luca, se diz orgulhoso pelos resultados do grupo. “Independente deles serem empreendedores no futuro, eles já têm essa competência e ninguém tira isso deles”, destaca. O Ministério do Povo é um dos 14 projetos que integram a pré-incubadora da Satc.

Notícias Relacionadas

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Homem fica preso nas ferragens após acidente com dois veículos na SC-108, em Criciúma

A colisão ocorreu entre dois veículos no Bairro São Simão por volta das 15h20 desta quarta-feira (11)