Geral

Inova Criciúma: projetos escolhidos são contemplados com recurso

Benefício será dividido em três parcelas, sendo as próximas em janeiro e maio de 2020.

Divulgação

Os dez projetos escolhidos do Fundo Municipal de Inovação (FMI) foram contemplados com os recursos. O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, assinou o termo de outorga concedendo o benefício de R$ 25 mil em três parcela para as vencedoras. O evento reuniu os ganhadores e os parceiros da iniciativa no Salão Ouro Negro, do Paço Municipal Marcos Rovaris.

Os projetos são destinados para área pública e privada. A iniciativa faz parte do programa Inova Criciúma, idealizado pela Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação. As próximas parcelas serão entregues em janeiro e maio de 2020. “Eu estou muito feliz nesta noite. Estar presente nessa conquista para o município, que implantou esse projeto tão único e inovador, que irá incentivar, ainda mais, os empreendedores e a inovação no nosso município. Isso é o nosso futuro e merece atenção”, ressaltou o prefeito.

Ao todo, a Administração Municipal estará investindo R$ 250 mil nos dez projetos. Sendo que cinco são voltados para o Governo de Criciúma e os outros cincos são destinados para a indústria local. “É uma forma que encontramos de melhorar os processos e a vida do cidadão e também das empresas. Hoje é um marco, agora vamos começar a tirar as ideias do papel e vamos começar a ver elas tomando formas”, acrescentou o diretor de Desenvolvimento, Tecnologia e Inovação, Claiton Pacheco.

O Inova Criciúma tem apoio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Escola Superior de Criciúma (Esucri), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social da Indústria (Sesi), Instituto Federal de Santa Catarina Campus Criciúma (IFSC), Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (Satc), Instituto Pró-Inovação do Sul Catarinense (IPROI), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Associação Catarinense das Empresas de Tecnologia (Acate), Serviço Brasileiro de Apoio as Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) e Associação de Jovens Empreendedores (AJE).

Confira as empresas e seus projetos escolhidos:

– Aduboo – ‘Coleta e Compostagem de resíduos orgânicos

– Close To Me – ‘Agendamento Online de Unidades Básicas de Saúde (UBSs)’

– Marcos Welliton – ‘Visão para inspiração de Cerâmica”

– KLS – ‘Surf sem Chave’

– Regenere Feridas – ‘Tratamento avançado de feridas e queimaduras’

– RoBot – ‘Um chatbot humanizado’

– Idebando – ‘Solução Multifuncional para aprimoramento das competências educacionais básicas

– FiberInova – ‘Produção de Aditivo Nano para Óleo de Transformador

– Dotfile – ‘Controle de Pendências’

– Renove – ‘Fomentando a sustentabilidade no ramo têxtil’

Colaboração: Comunicação DECOM

Notícias Relacionadas

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Estado libera recursos para pavimentação da última etapa de acesso à Barragem do Rio São Bento, em Siderópolis

Para o prefeito Cesa, foram muitos anos de espera por essas duas obras no município.

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.