Geral

Justiça mantém afastamento do prefeito de Urussanga por mais 60 dias

O Tribunal Regional Federal da 4 Região acatou parcialmente o Recurso da defesa do prefeito de Urussanga, Luis Gustavo Canceller e limitou o afastamento dele da prefeitura por mais 60 dias.

Divulgação

O Tribunal Regional Federal da 4 Região acatou parcialmente o Recurso da defesa do prefeito de Urussanga, Luis Gustavo Canceller e limitou o afastamento dele da prefeitura por mais 60 dias. A decisão foi por unanimidade.

A informação foi confirmada há pouco pelo advogado Marcos Probst que ressaltou no entanto, ainda não ter acesso ao Acórdão na íntegra. “Por ora, nós tivemos acesso somente ao extrato do julgamento e o entendimento é que o Tribunal limitou o afastamento do prefeito a mais 60 dias. Se for isso mesmo vamos recorrer ao STJ já que no nosso entendimento não há mais motivo para manter o afastamento do prefeito”, explicou Probst.

O argumento da defesa é que a investigação já foi encerrada e por isso, não há mais motivo para manter o prefeito afastado do cargo.

O prefeito Luis Gustavo Canelier está afastado desde maio, quando foi iniciada a Operação Benedetta. Na última semana, ele foi indiciado por falsificação de documentos, peculato e organização criminosa.

“A decisão de hoje foi por unanimidade e com ela o prefeito sai de um indeferimento para mantê-lo afastamento por apenas mais 60 dias” , lembra o advogado Bruno Carminatti, que também trabalha no caso.

Com informações do site ND Mais

Notícias Relacionadas

Justiça retira sigilo do processo ajuizado pelo Estado que resultou no bloqueio de R$ 11 milhões no caso dos respiradores

A decisão liminar foi concedida pela Justiça no dia 4 de maio, mas, após uma articulação entre a PGE e a Polícia Civil, além da retenção dos kits de testes, houve o bloqueio em conta dos R$ 11 milhões.

Justiça confirma resultado de licitação que gerou economia de R$ 12 milhões pela Saúde do Estado

A licitação foi realizada pela Secretaria da Saúde para fornecimento de ventilação domiciliar e tratamento de oxigenoterapia a pacientes catarinenses.

Justiça nega liminar e mantém decreto que fecha supermercados aos domingos em Içara

Em sua análise , o magistrado aponta que o artigo impugnado é válido, não há violação a regras de competência e não há violação ao preceito legal que prevê a manutenção das atividades essenciais.

Em audiência pública, municípios do Sul decidem ir à Justiça para reverter questão dos pedágios na BR-101

As três associações de municípios que serão impactados pela implantação das praças de pedágios no trecho Sul da BR-101 se reuniram na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva, em Tubarão