Geral

Laguna, Imbituba, Imaruí e Garopaba ficaram 12 hora sem energia elétrica

Sem energia elétrica sem luz

Foto: Divulgação

Por volta de 63 mil unidades ficaram por mais de 12 horas sem energia elétrica em Laguna, Imbituba, Imaruí e Garopaba, na noite de segunda-feira e durante a manhã de terça-feira. A Celesc apontou fatores climáticos e defeitos nos sistemas elétricos como os causadores do problema.

Em comunicado, a companhia informou que a falta de energia elétrica nos quatro municípios foi ocasionada por uma sequência de defeitos no sistema elétrico local, causados pela associação da presença de salitre nos equipamentos, vento nordeste de moderado a forte e tempo seco.

“A Celesc mantém manutenção constante do sistema, mas, nesta temporada, as condições climáticas estão sendo bastante desfavoráveis, com a presença de muito vento nordeste trazendo o salitre do mar para o sistema elétrico e, sem a presença de chuvas, a situação ficou ainda pior”, disse em comunicado à empresa.

A série de defeitos que provocou a falta de energia na região foi registrada no sistema da Celesc Distribuição e da Eletrosul. Os problemas tiveram início por volta das 17h45 de segunda-feira, com registro de breves interrupções no fornecimento de energia na região. Logo após, por volta das 19h, foi registrada ocorrência na subestação de Imbituba, que abastece as subestações Laguna e Garopaba, provocando a interrupção do fornecimento de energia para os municípios de Imbituba, Imaruí, Laguna e Garopaba.

Conforme a Celesc, quando o problema ocorreu, equipes já estavam mobilizadas na região e deram início ao processo de recuperação do sistema. “Finalizada a operação no sistema da Celesc Distribuição, não foi possível energizar a subestação e, já na madrugada, foram descobertos problemas na linha de transmissão pertencente à Eletrosul, que abastece a Subestação de Imbituba”.

Conforme informações do Jornal Diário do Sul, a partir daí, equipes técnicas das duas empresas trabalharam associadas. Os serviços foram concluídos somente por volta das 8h30, quando foi possível recompor o abastecimento.

Notícias Relacionadas

Painéis solares vão gerar energia no IFSC Criciúma

Três anos depois de inaugurada, Ponte Anita Garibaldi continua “sem dono”

Ciclone em SC: Cerca de 1,3 mil funcionários da Celesc trabalham para restabelecer energia no estado

O ciclone extratropical provocou o maior registro de danos na rede elétrica da história, deixando 1,5 milhão de unidades consumidoras sem luz em todo o Estado.

Vereadores de Lauro Müller estão preocupados com a redução de horário de atendimento da Celesc