Geral

Lauromüllense Idalina Silvestre Barato, a dona Vita, morre aos 89 anos

Ela foi a fundadora da Associação Beneficente Anjos Mineiros e, durante toda sua vida, se dedicou a causas sociais.

Foto: Divulgação

Atualizada – A lauromüllense Idalina Silvestre Barato, a dona Vita, faleceu na tarde deste sábado (7), aos 89 anos. Ela estava internada no Hospital São João Batista, em Criciúma. Durante toda sua vida, se dedicou com entusiasmo a causas sociais. Ela foi a fundadora da Associação Beneficente Anjos Mineiros, entidade de responsabilidade social da Carbonífera Catarinense.

Filhos, genro, noras, netos e bisnetos comunicam com pesar o falecimento. O sepultamento aconteceu neste domingo (8), às 15h30min. As cerimônias de despedida ocorreram no Cemitério Municipal de Criciúma, no bairro São Luiz.

Dona Vita nasceu em 1929, em Lauro Muller. De família simples, morava com os pais, lavradores, e os três irmãos. Aos oito anos, mudou-se com a família para Criciúma. Aos 24 anos, casou-se com Fidélis Barato, já falecido, e teve cinco filhos: Luiz Hélio, Afonso, Ilka, Fidélis e Astrid.

Sócio-proprietária de empresas de transporte coletivo, é conhecida por sua generosidade e pela dedicação em trabalhos caridosos. Sua vida comunitária começou ainda quando criança. Em Criciúma, ajudou a fundar e atuou intensamente na Afasc, em Clubes de Mães, além de colaborar efetivamente com o Bairro da juventude. Em dezembro de 2004, recebeu o título de Cidadã Honorária de Criciúma pelos serviços prestados à sociedade.

Seu marido, Fidélis, foi fundador da Satc e Vita coordenava toda a parte social. Cozinheira de mão cheia, dona Vita fez a alegria de muitas famílias criciumenses que encomendaram seus bolos. Foi também autora de quatro livros e ajudou a fundar o Bercinho do Amor, o Lions Clube Princesa do Sul, o Coral Infanto-juvenil Anjos Mineiros e a Associação Beneficente Anjos Mineiros, formada por voluntárias.

Notícias Relacionadas

Homem morre após colidir em bitrem tanque na BR-101, em Araranguá

Vigário paroquial de Capivari de Baixo, padre Hilário Puziski, morre aos 79 anos

Dois morrem após colisão frontal entre motocicletas na SC-108, em Orleans

Mikael Fraga Claudino, de 22 anos, e Nelson da Silva, de 40 anos, pilotavam as motocicletas e não resistiram aos ferimentos.

Morre Waldemar Colonetti, presidente da Aproet, aos 76 anos