Poder Legislativo

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre comunidades de Urussanga e Lauro Müller

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre Urussanga e Lauro Müller

Fotos: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Mais um passo rumo à concretização de um sonho. Assim, foi a Audiência Pública realizada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina – Alesc, por meio da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano. O evento ocorreu na noite desta segunda-feira (4), na localidade de Santana, em Urussanga.

O assunto tratado foi a pavimentação asfáltica da SC-440, conhecida como Rodovia dos Mineiros, entre Urussanga e Lauro Müller, em um trecho que compreende 12 quilômetros. Ele inicia na localidade de Rio Carvão, passando por Santana, em Urussanga, encerrando no bairro Itanema, em Lauro Müller. Trata-se do menor percurso entre a serra e o litoral catarinense.

A comunidade se organizou e compareceu em peso, lotando o salão. Faixas e adesivos da campanha mobilizada pela comunidade e intitulada “Sem asfalto, sem voto” pediam por garantias e pelo fim da espera de 54 anos. Os representando, estava o presidente da Associação Comunitária do Rio Carvão – Acric, Sidnei Casagrande, o Chiquinho, e o presidente da Associação de Moradores de Santana – Amosan, Ediraldo Albani.

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre Urussanga e Lauro Müller

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Seis deputados estaduais se fizeram presentes. Entre eles, Ana Paula Lima (PT), João Amin (PP), Dóia Guglielmi (PSDB), Cleiton Salvaro (PSB), Ricardo Guidi (PSD) e padre Pedro Baldissera (PT). Os prefeitos de Urussanga e Lauro Müller, Gustavo Cancellier e Valdir Fontanella, respectivamente, acompanhado dos vice-prefeitos, Décio da Silva e Pedro Barp Rodrigues, e de secretários municipais, também participaram da audiência pública.

Os presidentes da Câmara de Vereadores de ambos os municípios, Marcos Roberto Silveira e José Antonio De Bettio, e demais vereadores. Em Lauro Müller, inclusive, a sessão ordinária foi transferida em virtude do encontro para que todos os vereadores pudessem participar. O presidente da Amrec e prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, e representantes do Governo do Estado e da Secretaria Estadual da Infraestrutura também compareceram, além de demais autoridades locais, regionais e estudais.

Deputados estaduais garantem apoio

A deputada estadual Ana Paula Lima foi a proponente da audiência pública. Ela foi a primeira a fazer uso da palavra. “Sabemos da importância e da mobilização dos moradores. Por isso, estamos aqui comprometidos com vocês e com esta obra tão importante, que encurtará a distância e que colocará as cidades de Urussanga e Lauro Müller bem mais próximas”, afirmou. Além de Ana Paula, os demais deputados fizeram uso da palavra, garantiram apoio à causa e se comprometeram a buscar os recursos necessários para a execução da obra.

Prefeitos falam sobre as necessidades locais

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre Urussanga e Lauro Müller

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

O prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier, destacou que a história no local iniciou na década de 1940. “Foi vendida uma ideia de que as pessoas viriam até a região e teriam emprego, qualidade de vida e dignidade em função da extração do carvão”, relembrou. Entretanto, segundo ele, com a diminuição da atividade, ficaram os problemas. “Os moradores da região querem oportunidade”, acrescentou.

Gustavo defendeu que, com a pavimentação, será possível voltar a gerar empregos. “Da forma que está, já é difícil manter as empresas que aqui estão, então imagina instalar uma nova”, observou. Além disso, a agricultura também sofre prejuízos, tendo em vista que não é possível cultivar nas terras, que estão degradadas devido à exploração de carvão. “Apenas quando conseguirmos ligar os dois municípios, será possível dar condições à população, não existe outra saída”, concluiu.

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre Urussanga e Lauro Müller

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Para o prefeito de Luro Müller, Valdir Fontanella, a pavimentação servirá como uma compensação por danos causados. “Precisamos compensar o que foi destruído no passado. O carvão gerou riqueza ao Estado através de imposto, mas queremos agora simplesmente o direito de ir e vir de maneira mais apropriada. Como gestores público, precisamos fazer que as pessoas tenham essa compensação. Com rios poluídos e terras degradadas, só resta o trabalho em comércio e indústria. São famílias inteiras, senhores deputados, que precisam se locomover de forma mais digna. É por isso que lutamos junto aos moradores, para que eles não precisem deixar tudo que construíram ao longo de suas vidas e ir para outros lugares”.

O presidente da Amrec e prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, afirmou que está ao lado dos moradores neste momento de luta. “Trago aqui a força dos prefeitos da região carbonífera, para, junto a vocês, nos unirmos em prol desta reivindicação tão justa feita nesta noite. É com a força de todos que tornarem isso possível. Se for necessário, no dia da audiência com o governador, faremos um apelo para que os 12 prefeitos da Amrec estejam em Florianópolis em busca desta tão importante rodovia”, adiantou.

Mais um passo rumo à pavimentação asfáltica entre Urussanga e Lauro Müller

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

Apelo dos moradores é por ações concretas

O presidente da Associação Comunitária do Rio Carvão – Acric, Sidnei Casagrande, o Chiquinho, destacou que o objetivo da Audiência Pública é que o encontro resulte em ações concretas. “Antes de eu assumir a presidência, minha filha disse: ‘pai, você vai se incomodar’. Eu respondi que ia me incomodar mesmo, mas que ia incomodar também para que as coisas aconteçam. Afinal, estamos trabalhando pelo bem de toda a comunidade”, disse.

Ele apontou ainda algumas conquistas desde que a campanha “Sem carvão, sem voto” foi iniciada, em fevereiro. O governador em exercício, Eduardo Moreira, e o secretário da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro, autorizaram, no último dia 11 de agosto, o lançamento de edital de licitação para o primeiro trecho de pavimentação para asfaltamento de dois quilômetros no valor estimado de mais de R$ 3 milhões. Além disso, a verba de R$ 250 mil, do deputado federal Espiridião Amin. “Acredito que dará uns 250 metros”, calculou.

O presidente da Associação de Moradores de Santana – Amosan, Ediraldo Albani, seguiu a mesma linha e garantiu que a luta continua. “Podem ter certeza que não vamos parar. Contamos com o empenho dos deputados e agradecemos ao apoio de todos os envolvidos”.

  • IMG_0690 (Copy)
  • IMG_0692 (Copy)
  • IMG_0693 (Copy)
  • IMG_0694 (Copy)
  • IMG_0697 (Copy)
  • IMG_0698 (Copy)
  • IMG_0700 (Copy)
  • IMG_0702 (Copy)
  • IMG_0705 (Copy)
  • IMG_0708 (Copy)
  • IMG_0710 (Copy)
  • IMG_0712 (Copy)
  • IMG_0717 (Copy)
  • IMG_0720 (Copy)
  • IMG_0728 (Copy)
  • IMG_0730 (Copy)
  • IMG_0732 (Copy)
  • IMG_0737 (Copy)
  • IMG_0739 (Copy)
  • IMG_0747 (Copy)
  • IMG_0751 (Copy)
  • IMG_0752 (Copy)
  • IMG_0758 (Copy)
  • IMG_0762 (Copy)
  • IMG_0766 (Copy)
  • IMG_0770 (Copy)
  • IMG_0773 (Copy)
  • IMG_0778 (Copy)
  • IMG_0782 (Copy)

Notícias Relacionadas

Comissão aprova nome de José Nei Ascari ao TCE

Sessão solene da Alesc ocorrerá em agosto para comemorar os 105 anos de Orleans

Alesc dará prosseguimento a pedido de impeachment de governador e vice

O presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Julio Garcia (PSD), acatou parecer da Procuradoria Jurídica do Parlamento estadual e dará prosseguimento ao pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e da vice Daniela Reinehr

Projeto de Comin declara de utilidade pública Lions Clube de Cocal do Sul