Geral

Obra irregular é desmanchada em Imbituba

O dono do estabelecimento já estava montando o telhado da estrutura, quando foi interceptado pela equipe de fiscalização.

Foto: Rodrigo Speck

Uma obra irregular, localizada na Rodovia Marieta Konder Bornhausen, na chamada de Volta da Taboa, em Imbituba, foi desmanchada nesta quarta-feira (27). Por meio de uma denúncia, os fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano estiveram no local e constataram a irregularidade.

Com o apoio da Polícia Militar, os fiscais embargaram a obra, que serviria como uma extensão de uma borracharia. O dono do estabelecimento já estava montando o telhado da estrutura, quando foi interceptado pela equipe de fiscalização. Em conversa com os agentes da prefeitura e com os policiais militares, o responsável pela obra aceitou desmanchar a estrutura.

“Nós tivemos uma conversa com o proprietário que, prontamente, atendeu a nossa determinação. Como não houve qualquer objeção com relação ao desmanche da estrutura, a Polícia Militar não precisou intervir e, um possível processo não precisou ser encaminhado para a cobrança judicial”, enfatizou o Secretário de Planejamento Urbano, Anderson Maximiano.

Colaboração: Rodrigo Speck – Assessor de Comunicação da Prefeitura de Imbituba

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Correntista de Imbituba receberá com juros e correção valor retirado da conta sem sua autorização

Sem seu conhecimento e autorização, em janeiro de 2015, R$ 19 mil foram transferidos de seu domínio para a conta de outra pessoa.

PRF recupera automóvel furtado há quase um ano em Imbituba, na BR-101

O motorista, de 44 anos, foi preso e conduzido para a Polícia Civil de Imbituba.

Governador admite que atraso da licitação para recuperação da SC-390 está sendo “sinal de incompetência”

Moreira fez declaração ao ser questionado pelo Portal Sul In Foco nesta segunda (30). Em março, o Governo do Estado autorizava o processo de licitação.