Saúde

Orleans vacina mais de 1200 pessoas no Dia D contra febre amarela

Ministério da Saúde recomenda que todos os moradores de SC com idade entre 9 meses e 59 anos devem tomar a vacina contra a febre.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Orleans

Foi coroado de sucesso o Dia D de vacinação contra febre amarela, realizado no sábado 09, pela Secretaria de Saúde municipal em Orleans, Foram aplicadas 1250 vacinas só no sábado, no jardim da praça central de Orleans e nas salas de vacinação. Quem não pôde receber a dose na data, não tem problema: a vacinação continua de segunda a sexta-feira nas unidades de saúde.

“Com a liberação de mais doses pelo Estado, conseguimos ampliar o público-alvo, atendendo agora qualquer morador, não apenas aqueles que vão viajar para áreas de risco”. Conta o prefeito Jorge Koch, que acompanhou os trabalhos. Quem ainda não recebeu a dose, pode procurar uma das unidades de saúde disponíveis durante a semana. “Vale lembrar que Orleans não possui casos suspeitos de febre amarela, por isso, a prevenção é muito importante, para mantermos estes números zerados”, emendou o vice Mário Coan.

A enfermeira Sara Pavei conta que em Orleans três Unidades de Saúde com sala de vacinação estão preparadas para diariamente fazer a vacina. Santa Luzia no Bairro Rio Belo, Nossa Senhora Aparecida, na Pindotiba e São Lucas, no centro. “A imunização é aberta a toda a população. É necessário levar a carteirinha de vacinação e, quem já possui, também o cartão do SUS”, explica a enfermeira.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Orleans

A vacina contra a febre amarela é contraindicada nos seguintes casos:

♦ Pessoas com sistema imunológico comprometido por alguma doença;

♦ Gestantes;

♦ Mulheres que estão amamentando;

♦ Portadores de doenças autoimunes;

♦ Quem tem alergia grave a ovo;

♦ Crianças menores de seis meses de idade e acima de sessenta anos;

♦ Pacientes submetidos a transplante de órgãos.

A vacina pode trazer alguns efeitos colaterais brandos, que normalmente aparecem em até 5 dias após a vacinação e desaparecem naturalmente, como febre, dor de cabeça, dor muscular, dor no local da aplicação e/ou inchaço, vermelhidão e manchas no local da aplicação.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Orleans

Notícias Relacionadas

Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

As novas medidas passam a valer a partir de 2020

Dive-SC confirma quarta morte de macaco por febre amarela em SC em 2019

Bugio morreu em Jaraguá do Sul em junho. Macacos não transmitem a doença, mas indicam presença do vírus.

Vacinas contra febre amarela estarão disponíveis em parques de Criciúma

Ação ocorre no próximo domingo (7) e no dia 14 de julho. Doses serão para toda a comunidade.

Morte de macaco reforça alerta para vacinação contra febre amarela em Siderópolis

Para fazer a vacina não é preciso agendar, basta levar o cartão de vacinação em qualquer sala de vacina.