Turismo

Prefeito de Lauro Müller e presidente do Ecomuseu viajam a Brasília para reunião nesta terça-feira (18)

A reunião foi uma convocação da Frente Parlamentar e da ICMBio

Divulgação

O prefeito de Lauro Müller, Valdir Fontanella, e o presidente do Conselho do Ecomuseu Serra do Rio do Rastro, Claudio Lottin, viajam nesta segunda-feira (17) para Brasília. O objetivo da viagem é se reunir com a Frente Parlamentar e o ICMBio para defender o Eco Museu e as terras de Lauro Müller.

Após a implantação da Lei nº 13.273/2016, que trata dos limites do Parque Nacional de São Joaquim, algumas áreas do município de Lauro Müller e do Eco Museu passaram a pertencer ao Parque e saíram dos domínios da cidade. Nesta terça-feira o prefeito Valdir Fontanela, juntamente com o presidente do Eco Museu, apresentará a importância das terras para Lauro Müller.

“Com o Parque de São Joaquim temos um prejuízo muito forte, principalmente a agricultura. A nossa agricultura cresceu mais nos últimos anos que a Amrec e mais que o Estado. Temos uma matéria muito forte para abrigar no ICMBio, que não podemos deixar as nossas terras envolvidas no Parque Nacional de São Joaquim”, comenta Fontanella.

A reunião ocorre nesta terça-feira (18) às 11h na sede do ICMBio. A convocação dos municípios envolvidos foi feita pela Frente Parlamentar Catarinense, por meio da deputada federal Carmen Zanotto, e o ICMBio. Essa é mais uma das reuniões desde que a lei foi implantada.

O prefeito Valdir lamenta a demora para corrigir a situação. “Infelizmente estamos na estaca zero, porque toda vez que avançamos um pouco surge um passo novo. Quando avançamos com o ministro, ele perdeu o mandato. Quando avançamos com o presidente do ICMBbio, houve a troca do presidente. Agora vamos de novo do início do processo. Isso me aborrece muito, porque as nossas lutas sempre voltam para a estaca zero”, lamenta.

Fontanella ainda destaca que desde o início sempre alertou os deputados de que a lei é prejudicial para Lauro Müller. “A primeira vez que fui ao Fórum Parlamentar falei que se eles encampar o ICMBio vão estar decretando a falência do município. Houve uma revolta dos deputados, mas é a realidade. Não podemos abrir mão do que é nosso, do que os nossos antepassados nos deixaram. Já que a natureza deu para Lauro Müller essa maravilhosa terra, temos que manter, seja com o Eco Museu ou com outra maneira. Temos que ter essas terras e seu domínio. Não queremos perder o que é nosso”, conta o prefeito.

Segundo Valdir, o principal motivo de incorporarem as terras no Parque de São Joaquim é ter como área turística a Serra do Rio do Rastro. “Não tenho dúvida que seja para abocanhar o que é nosso e a maravilha que a natureza nos deixou. A Serra do Rio do Rastro vem se destacando a nível nacional e internacional. Isso chama a atenção do ICMBio, porque eles querem algo que seja produtivo para o turismo e nada mais justo que a Serra do Rio do Rastro, para eles terem uma atração e fortalecer a sua arrecadação”, comenta Valdir.

Para melhorar cada vez mais o turismo e a Serra, o governo municipal já está atrás de ações e projetos que contribuirão com o cartão postal. “Temos que lutar e desenvolver a Serra. Estamos negociando com o Governo do Estado para que possamos, através de um convênio, fazer a limpeza e as roçadas das estradas estaduais que cortam o nosso município. Pensamos no turismo e no desenvolvimento e podemos fazer algo diferente. Vamos fazer esse convênio junto ao Governo do Estado e fazer com que as rodovias tenham uma melhor aparência. As pessoas vão poder vir e ver uma cidade organizada, bonita e tranquila. Nos próximos dias está saindo a licitação para inovarmos todo o centro da nossa cidade. Então estamos fazendo o que é possível fazer: brigando para que as nossas terras não saiam dos domínios do município, lutando para que tenhamos os caminhos turísticos e fazendo a inovação do centro da cidade. Queremos, no futuro, uma cidade que vive historicamente do turismo. Isso sempre foi o meu pensamento”, destaca o prefeito.

A esperança é que a reunião traga boas notícias para os lauromulenses preservando as terras que são do município.

Notícias Relacionadas

Voos de drones, para captar informações geográficas de Lauro Müller, começam na próxima semana

Trabalho de coleta de informações é parte do Projeto de Gestão Territorial desenvolvido pela Unesc para o município.

TRF4 manda afastar do cargo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, preso na Operação Chabu

Determinação é que fique 30 dias fora das funções e não faça contato com demais suspeitos de envolvimento na operação. PF investiga a violação de sigilo de operações policiais

Ladrão escala parede de 1,80m para furtar casa em Lauro Müller

Foram roubados perfumes e cremes do local. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta das 21h desta quarta-feira (31).

Reunião com a Defesa Civil municipal debateu estratégias para o frio intenso em São Joaquim

A Defesa Civil alerta que a onda de frio intenso pode causar prejuízos na agricultura, congelamento de canos e rodovias, por isso um cuidado especial muita atenção nessas áreas.