Entretenimento

Prefeitura de Balneário Rincão cancela Festa da Tainha e Julifest

Balneário Rincão cancela Festa da Tainha e Julifest

Foto: ASCOM Prefeitura de Balneário Rincão

Como medida de prevenção e proteção diante da pandemia do coronavírus, a Administração Municipal de Balneário Rincão decidiu cancelar as edições da Festa da Tainha e Julifest deste ano.

“A medida segue determinação dos órgãos sanitários e visa resguardar a saúde da população. Acreditamos que juntos vamos superar esse momento difícil e restabelecer a normalidade do convívio social, retomando assim nosso calendário de eventos, assim que possível”, destaca o secretário de Administração, Ramires Lino.

A 25ª edição da Festa da Tainha estava programada para ocorrer em 2020, não podendo ser realizada, como prevenção e proteção diante da pandemia que se estendeu até esse ano. O evento, que é o mais tradicional evento da cidade, reúne atrações musicais, além de gastronomia típica da cidade e apresentações culturais.

A JuliFest é organizada pelas Secretarias de Turismo e Educação, com participação de todas escolas municipais, estaduais e particulares, além de Clubes de Mães e Terceira idade.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Escolas devem reduzir em 15% mensalidades do ensino infantil durante pandemia, decide TJ

A pena em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por aluno e por mês.