Geral

Preso, ex-deputado federal de SC tem auxílio-combustível suspenso pelo governo do estado

João Pizzolatti está no Presídio Regional de Blumenau. Ele é réu por tentativa de homicídio referente a um acidente de trânsito.

Foto: Paulo Mueller/NSC TV

O governo do estado suspendeu o benefício do auxílio-combustível pago ao ex-deputado federal de Santa Catarina, João Alberto Pizzolatti. Ele está preso no Presídio Regional de Blumenau, no Vale do Itajaí, por ter descumprido uma medida cautelar ao ser flagrado dirigindo mesmo com a carteira de habilitação suspensa.

A defesa do acusado ainda não se posicionou sobre o assunto.

Auditor fiscal da receita, Pizzolatti foi proibido de dirigir pela Justiça, dentro do processo no qual é réu por tentativa de homicídio, referente a um acidente de trânsito em dezembro de 2017. Ele estaria alcoolizado na hora da batida, que deixou uma vítima gravemente ferida.

O ex-político, que teve a CNH suspensa em junho do ano passado, continuava a receber o auxílio-combustível do Poder Executivo estadual. Em abril deste ano, por exemplo, esse benefício foi de quase R$ 5 mil. O auditor recebe cerca de R$ 26 mil de salário.

O governo cortou o benefício com base numa nova regra com critérios de pagamento – a orientação é que isso aconteça quando o servidor estiver no exercício do cargo.

Foto: Reprodução/NSC TV

Com informações de G1 SC

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Prazo para revisão do eleitorado com cadastramento biométrico em 11 cidades de SC termina na sexta-feira

Quem não fizer a revisão eleitoral terá o título cancelado e não vai pode votar nas próximas eleições.