Saúde

Projeto de implantação de UTI em Imbituba pode sair do papel

Atualmente, o Hospital São Camilo, de Imbituba, atende pacientes de Garopaba, Imaruí e Paulo Lopes.

Foto: Rodrigo Speck

Falta pouco para que a Província Camiliana Brasileira assuma definitivamente a administração do Hospital São Camilo, em Imbituba. A previsão é que, no mês de fevereiro, o grupo, que também pertence à Igreja Católica, inicie o trabalho de recuperação da unidade.

A intenção, segundo o diretor Regional dos Camilianos, Wilson Ascencio, em visita ao prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior, no mês de dezembro do ano passado, é trazer melhorias e, ao mesmo tempo, dar continuidade aos serviços que são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Mas, além das melhorias, a implantação de uma Unidade de Terapia Intensiva também passou a ser motivo de análise. O sonho da atual administração pode ser concretizado em parceria com os Camilianos. Segundo a secretária de Saúde de Imbituba, Graciela Wiemes Ribeiro, estudos para a viabilidade da UTI já foram feitos pelo Poder Executivo Municipal.

“Foram feitas várias visitas ao Governo do Estado para tratar desse assunto. Mas, infelizmente, ficamos de mãos atadas, porque, o primeiro passo precisa ser dado pelo Hospital São Camilo. A administração da unidade precisa encaminhar um ofício ao Estado comunicando do interesse. Só que, até então, nós não conseguimos esse ofício”, disse a secretária.

Mas esse posicionamento da atual administração do Hospital São Camilo deve mudar com a posse da nova gestão. Na mesma visita que fez ao prefeito de Imbituba, o diretor Regional dos Camilianos acenou com a intenção estudar a implantação da UTI.

“De imediato, o senhor Wilson Ascencio concordou que o hospital de Imbituba precisa de uma UTI. Sejam com quatro, cinco ou seis leitos, o importante é implantar essa unidade em nosso município para salvarmos vidas”, reiterou Graciela Wiemes Ribeiro.

Atualmente, o Hospital São Camilo atende pacientes de Garopaba, Imaruí e Paulo Lopes. Só a Prefeitura de Imbituba repassa, anualmente, cerca de R$ 2 milhões como auxílio à unidade que é vinculada à Igreja Católica.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Imbituba

Notícias Relacionadas

Vigário paroquial de Capivari de Baixo, padre Hilário Puziski, morre aos 79 anos

Abastecimento chega ao limite em Imbituba

Postos de combustíveis e supermercados devem liquidar seus estoques até a próxima terça-feira (29).

Quarta edição do Agosto Del Vino é lançada em Imbituba

Festival enogastronômico integra o projeto Rota da Baleia Franca, do Sebrae/SC, que visa fortalecer o turismo de inverno no Litoral Sul catarinense.

Trabalhador agredido com martelo em Armazém segue na UTI

Crime ocorreu na obra do CRAS de Armazém. Autor já foi preso pela polícia da cidade.