Geral

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.

Foto: Marcelo Becker/Decom/PMT

A prefeitura conseguiu nesta quinta-feira (1º) a liberação do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) para retomar as obras de construção da passarela de concreto em frente à Unisul. A liminar que havia determinado a paralisação dos trabalhos foi revogada por dois votos contra um no julgamento do recurso.

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação. A prefeitura venceu o processo na primeira instância, mas a empresa recorreu ao TJ-SC, o que gerou um recesso forçado nas obras por um tempo mais prolongado.

De acordo com o procurador-geral do município Marivaldo Bittencourt Pires Júnior, no julgamento da 5ª Câmara de Direito Público a liminar de suspensão das obras obtida pela empresa reclamante foi revogada.

“As obras poderão ser retomadas imediatamente. Foi designada a data de 29 de agosto para continuidade do julgamento, uma vez que no primeiro julgamento conseguimos a vitória de dois a um e obrigatoriamente precisa a composição de mais dois desembargadores. Se ao menos um deles for favorável ao município, teremos ganho a ação e a ordem de segurança será denegada”, destacou Marivaldo.

A passarela de concreto tem um custo de R$ 3.659.894,63. As cabeceiras nas duas margens estão prontas, assim como duas colunas de sustentação da estrutura ainda na parte direita do rio Tubarão.

Notícias Relacionadas

ExpoMais é oficialmente lançada nesta segunda-feira

O evento terá palestras principais com nomes de renome nacional, além de outros espaços que estarão à disposição do público e que serão reveladas no evento de lançamento desta segunda-feira.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.