Saúde

Tubarão promove Dia D contra a febre amarela neste sábado (9)

A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença.

Foto: Divulgação

Neste sábado (9), as 30 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Tubarão estarão abertas das 8 às 17 horas, sem fechar ao meio-dia, na campanha “Dia D – Unidos Contra a Febre Amarela”. Todos os moradores da Cidade Azul com idade acima dos nove meses, devem tomar a vacina. Idosos com mais de 60 anos devem procurar orientação médica. A campanha segue até o próximo dia 28, nas UBS com sala de vacina.

A campanha, que teve início no último dia 1º, imunizou 1.177 pessoas, número considerado normal até então. Porém, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SUV/SES), emitiu um alerta reforçando a importância da vacinação contra a febre amarela.

“A preocupação se dá por que a Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) confirmou o primeiro caso de febre amarela no Estado. Um jovem, de 21 anos, que não havia tomado a vacina, contraiu a doença. Antes disso, as autoridades locais já haviam notificado a morte de dois macacos pelo vírus da febre amarela. Os animais foram encontrados em Antonina, no litoral do Paraná. A chance é de que, como já está circulando no Estado vizinho, o vírus pode chegar até Santa Catarina”, explica a gerente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Chaina Esmeraldino Marcon.

Desde o segundo semestre de 2018, após recomendação do Ministério da Saúde (MS), toda Santa Catarina tornou-se Área com Recomendação de Vacinação (ACRV) para febre amarela, antes apenas 162 municípios já integravam a área. Com a ampliação, os moradores de todos os 295 municípios catarinenses precisam estar imunizados contra a doença, que pode matar.

Febre amarela

Doença infecciosa transmitida por meio da picada de mosquito infectado, podendo afetar humanos e animais, como os macacos. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença. Os principais sintomas são: febre, calafrios, dor de cabeça, dores no corpo, fadiga, náuseas e vômitos. A manifestação clínica inclui insuficiência hepática e renal, podendo matar.

Além das pessoas que encontram-se dentro da faixa etária da ampliação, devem se vacinar contra a febre amarela:

– Viajantes para áreas com vigência de surto no país ou para países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia e que ainda não tenham se vacinado (a vacina deve ser tomada pelo menos dez dias antes da viagem);

– Pacientes suspeitos ou confirmados de febre amarela pós alta hospitalar, quando deve ser verificado o cartão de vacinação do paciente e aplicar a vacina; aqui, atenção para 1) caso confirmado de febre amarela (diagnóstico encerrado e confirmado) – não é necessária a vacinação; e 2) caso não confirmado de febre amarela (outro diagnóstico ou diagnóstico duvidoso) – necessária a vacinação pós alta;

– Doadores de sangue e/ou de órgãos, vacinados contra a febre amarela devem aguardar um período de quatro semanas após receberem a dose para realizar a doação;

– Em crianças menores de 2 anos de idade, não vacinadas contra a febre amarela, não devem receber as vacinas Tríplice Viral ou Tetra Viral simultaneamente à da febre amarela, devendo-se, obrigatoriamente, respeitar um intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.

*Acima desta faixa etária, faz-se necessária a prescrição médica para a vacina ser aplicada.

Restrições

A vacinação é contraindicada para crianças menores de 9 meses, gestantes, mulheres amamentando crianças de até 6 meses, pacientes em tratamento de quimioterapia, radioterapia ou com corticoides, em doses elevadas.

Em caso de dúvida, um médico deverá ser consultado para solicitar a autorização. Também deverão consultar o médico da necessidade da vacina, os portadores do vírus HIV, pacientes com tratamento de neoplasia concluído, transplantados, hemofílicos ou pessoas com doenças do sangue e doença falciforme.

Com informações do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Tubarão – Decom

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.