Política

Ulisses Gabriel assume cadeira na Alesc no dia 19 de fevereiro

O suplente quer defender pautas da região de Orleans e dar destaque a falta de efetivo das polícias

Divulgação

Candidato ao cargo de Deputado Estadual em Santa Catarina pelo PSD, o Delegado Ulisses Gabriel obteve 28.183 votos nas Eleições de 2018. Ulisses não se elegeu, mas permaneceu como suplente da Assembleia Legislativa catarinense (Alesc). No dia 19 de fevereiro, o delegado terá a oportunidade de mostrar um pouco do seu trabalho como deputado estadual ao assumir a cadeira de Milton Hobus, que estará de licença.

O Delegado Ulisses Gabriel ressaltou o sentimento de poder representar o povo como deputado estadual. “O sentimento de representar as pessoas é muito importante, porque quase 30 mil pessoas foram lá em outubro de 2018 e depositaram um voto de confiança na minha pessoa. A minha ideia é fazer com que todas essas pessoas possam se sentir representadas por um deputado que vai assumir e vai ser firme na luta da defesa das pessoas e seus direitos”, comenta o delegado.

O delegado vai exercer pela primeira vez um cargo político e explicou o motivo de aceitar a oportunidade. “Nunca fui político, mas resolvi encarar o desafio ao ouvir o clamor da população catarinense, que exigem renovação política e o combate ao crime com cada vez mais eficiência e valorização dos policiais de Santa Catarina”, lembra Ulisses.

Ulisses ainda destaca as pautas que quer abordar durante sua passagem na casa legislativa. “Temos algumas situações importantes que devem ser pautadas na região de Orleans, que é principalmente a questão do turismo. Temos que buscar desenvolver o turismo integrado entre os municípios e também a qualidade das rodovias estaduais, que integram o turismo regional. As rodovias não estão recebendo manutenção adequada e as pessoas estão tendo vários prejuízos com seus veículos nesses deslocamentos”, ressalta.

O suplente de deputado ainda comenta outros temas que irá defender. “Outra temática é a agricultura. Ocorreu uma prorrogação da questão da diminuição e manutenção de impostos. O governador quer aumentar os impostos dos insumos agrícolas e, por consequência, isso vai causar um maior custo para o agricultor e pecuarista e vai causar prejuízo. Então a ideia é que em março ou abril, quando vence essa prorrogação do valor menor dos impostos, automaticamente vai haver um aumento, e temos que fazer uma defesa bem forte da agricultura e pecuária, até porque a maior arrecadação de Orleans é da agricultura e pecuária”, analisa.

Como policial civil, Ulisses Gabriel também falou sobre a segurança pública e como pretende debater o assunto na Alesc. “Outra temática muito importante para mim é a segurança pública, que o nosso efetivo diminuiu bastante. O efetivo da Polícia Militar é pequeno, então devemos fazer uma briga para que haja um aumento do efetivo para garantir a segurança das pessoas e elas possam sair das suas casas e irem em festas de comunidades do interior e não terem suas casas furtadas ou roubadas. É importante a presença de um efetivo forte para defender a população. Outra demanda que estamos levando em consideração também é a exploração de carvão. Eu sou terminantemente contra a exploração na nossa região, por conta da contaminação e os riscos. São várias demandas que vamos defender”, disse.

Ulisses Gabriel ainda finaliza destacando suas expectativas. “A ideia é fazer com que, na primeira vez na história, Orleans tenha um deputado estadual. Já houve alguns que acabaram concorrendo, mas nunca assumiram. Vou defender essa região que depositou a confiança em mim. Quero ir para o lado da mesa em que minhas ações na área da segurança possam atingir mais pessoas. Sei que tenho ferramentas para deixar um legado de mais segurança, mais educação, mais saúde, mais tecnologia, mais apoio ao transportador, mais desenvolvimento para nossas cidades e mais respeito aos direitos de quem realmente trabalha por Santa Catarina”.

Notícias Relacionadas

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.

Comissão aprova nome de José Nei Ascari ao TCE

Cocal do Sul assina convênio com Unibave para castração de 30 animais de rua por mês

O objetivo é controlar o crescimento populacional de cães e gatos

Proprietário de lavação é preso por tráfico de drogas em Orleans

Na delegacia, o acusado confirmou que entregou 15 gramas de crack para o usuário em troca de um Fiat Uno com problemas mecânicos.