Geral

Urussanga torna obrigatório uso de máscara nas ruas e condomínios

Antes restrito apenas aos estabelecimentos comerciais, uso passa a ser obrigatório em todo o município; descumprimento acarretará em infração.

Divulgação

A obrigatoriedade do uso da máscara de pano será ampliada a partir desta quinta-feira (18) em Urussanga, no Sul de Santa Catarina. Entre os novos locais onde o uso será exigido estão as vias públicas e espaços comuns dos condomínios.

O decreto GP/Nº 62 sobre a medida foi assinado pelo prefeito Luis Gustavo Cancellier na terça-feira (16). Urussanga já registrou quatro mortes por Covid-19, sendo a mais recente nesta segunda-feira (15). A vítima foi um caminhoneiro de 34 anos. Ao todo, 249 casos já foram confirmados na cidade.

O motivo da ampliação da obrigatoriedade, além do aumento de casos, é a chegada do inverno, que contribui com a expansão do contágio.

“Percebemos, com os números da pandemia em todo o país, que os caos vêm aumentando em cidades do interior. Então, foi necessário ampliar as regras sobre o uso de máscara”, disse Cancellier.

A desobediência às novas regras caracterizará infração administrativa. Quem descumprir estará sujeito à aplicação das penalidades previstas no art. 37, da Lei nº 1514, de 14 de novembro de 1994, e ao artigo 268, que prevê crime de desobediência.

Quarta morte por Covid-19

Na manhã desta segunda-feira (15), Urussanga perdeu o quarto morador para a Covid-19. A vítima é Alexandre Sipriano, de 34 anos. Ele tinha outras doenças preexistentes e estava internado desde sábado (13), no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga.

A suspeita é de que Alexandre, que era caminhoneiro, tenha contraído o vírus em uma viagem ao Rio de Janeiro, realizada recentemente, informou a secretaria de Saúde de Urussanga.

Divulgação

Confira onde será obrigatório o uso da máscara, conforme decreto:

I – por toda população, em espaços públicos, circulação em ruas, avenidas, calçadas, locais de prática esportiva, áreas comuns de condomínios verticais e horizontais, e demais ambientes coletivos, sem prejuízo das recomendações de isolamento social e daquelas expedidas pelas autoridades sanitárias;

II – por motoristas e usuários de táxis e transporte individual ou compartilhado de passageiros;

III – para acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais (supermercados, mercados, farmácias, entre outros);

IV – para acesso aos demais estabelecimentos comerciais que tiveram as atividades liberadas e retomadas;

V – para o desempenho das atividades em repartições públicas e privadas; e

VI – para o acesso nas repartições públicas e privadas.

Com informações do site ND Mais

Notícias Relacionadas

Cocal do Sul assina convênio com Unibave para castração de 30 animais de rua por mês

O objetivo é controlar o crescimento populacional de cães e gatos

Coronavírus em SC: Educação distribui 2 milhões de máscaras e 43 mil frascos de álcool em gel para rede estadual

A doação foi feita pela Defesa Civil de Santa Catarina e pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e será usada por estudantes e trabalhadores durante o período em que permanecerem na escola

Lauro Müller terá mutirão para castração em animais de rua e inscritos no CAD Único

Cerca de 200 animais de famílias inscritas no CAD Único da Assistência Social também terão microchipagem para os animais.

Estabelecimento tem paredes quebradas durante furto em Orleans

Aproximadamente 300 quilos de carne, caixas de café, fardos de água, bicicleta e brinquedos foram furtados.