Clima

Vento forte marca mudança do clima no Sul do estado

Após calor de até 36 graus em Criciúma, tempo muda no Sul acompanhado de rajadas de vento acima dos 70 e 90 km/h. Mudanças continuam a tarde.

Mar Grosso, em Laguna – Foto: Júlio Knol

A entrada de uma frente fria na manhã deste sábado (06) em Santa Catarina é marcada pela queda brusca na temperatura e rajadas de vento entre 70 e 90 km/h, principalmente no Sul. A tendência é aumentar a nebulosidade no período da tarde, com possibilidade de temporais isolados, conforme alertado pela Defesa Civil.

Conforme o climatologista Ronaldo Coutinho, em algumas cidades a temperatura máxima chegou aos 36 graus na região. “Temos rajadas de vento acima dos 70 e 90 km/h e queda na temperatura. Na maior parte das praias do Sul, o tempo fica ruim a partir das 15 horas”, destaca.

Enquanto isso no litoral, o tempo é intercalado entre sol e nuvens. Próximo da Serra Geral, com em Nova Veneza, Siderópolis, Treviso, Urussanga e Lauro Müller, nuvens carregadas predominam com possibilidade de chuva a qualquer momento.

Orientações

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu algumas recomendações para o temporal deste sábado. Confira:

Alagamentos: Evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade!

Enxurradas: Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.

 

 

Notícias Relacionadas

Rajadas de vento de até 70 km/h atingem litoral; previsão é de queda na temperatura

O mar também fica agitado com altura de onda de 2 a 2,5 metros próximo à costa.

Serra do Rio do Rastro fica interditada temporariamente após vendaval

Houve queda de algumas pedras, árvores e postes sobre a rodovia. Nesta manhã de terça (12), o trânsito flui normalmente no trecho, porém, com registro de vento e muita chuva.

SC tem sol e até 40ºC; tempo muda a partir da tarde desta quinta-feira

Podem ocorrer temporais com rajadas de vento, raios e granizo em algumas cidades.

Alerta para a possibilidade de temporais nas próximas horas no Sul

Não está descartada a possibilidade de granizo, chuva intensa e rajadas de vento de até 70km/h em algumas cidades, em especial próximo à Serra Geral.