Poder Legislativo

Abaixo-assinado busca redução nos gastos da Câmara de Morro da Fumaça

Ação organizada pelo Observatório Social do município visa conseguir mil assinaturas.

Sede da Câmara de Vereadores de Morro da Fumaça

Foto: Divulgação

O Observatório Social de Morro da Fumaça lançou, nessa segunda-feira (13), um abaixo-assinado visando diminuir os gastos da Câmara de Vereadores do Município. O objetivo é conseguir mil assinaturas.

Segundo o presidente do Observatório Social, Glauber Recco, a entidade realizou um levantamento com todos os gastos do Legislativo e viu que era possível realizar uma grande economia aos cofres públicos. “Nós levamos relatórios a cada vereador, demos dois meses para que pudessem se adequar, mas vimos que a economia foi muito abaixo do solicitado”, destaca.

As folhas do abaixo-assinado são distribuídas desde segunda-feira pelos voluntários do Observatório Social. Além disso, também é possível participar pela internet. “Colocamos o link no nosso Facebook, e também mandamos a grupos de WhatsApp”, completa Recco.

Maiores gastos

Para o presidente do Observatório Social, com as readequações, é possível gerar uma economia de até R$ 50 mil ao mês. “Nós percebemos muitos gastos com mão de obra, telefonia, impressão, material de limpeza e alimentação, além de publicidade”, revelou Recco.

Câmara diz que já houve reduções

O presidente da Câmara, José Carlos Bortolin (PMDB), o Calita, explicou que algumas das sugestões feitas pelo Observatório já foram acatadas, mas que nem todas podem ser no momento por que a Câmara precisa ter responsabilidade com a manutenção dos trabalhos do Legislativo.

“Tanto o Legislativo quanto o Executivo têm gastos que são inerentes ao próprio funcionamento. Estamos fazendo a nossa parte para continuar reduzindo os gastos, de forma que não atrapalhe o trabalho do Legislativo. Tudo é feito de acordo com a lei. Temos compromisso com o Tribunal de Contas. Inclusive, a lei estipula que a Câmara pode receber 7% do orçamento municipal e recebemos menos que isso, 5,25%. Durante o meu mandato de presidente, até 30 de dezembro, continuarei fazendo o melhor para os fumacenses”, declarou Calita.

Com informações do Portal DN Sul

Notícias Relacionadas

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.

Diretoria do CTG de Orleans apresenta prioridades e solicita recursos a lideranças políticas municipais

Entre as prioridades apresentadas, estavam melhorias na infraestrutura do parque de eventos.

OS Criciúma está concorrendo em concurso nacional de Boas Práticas

Concurso reúne vários Observatórios Sociais do Brasil e cada um concorre com alguma boa prática executada.

Vereadores de Lauro Müller apresentam Indicações e aprovam Projetos de Lei e Requerimento

Entre as pautas, estava o Projeto de Lei que declara de utilidade pública a Associação de Pais e Amigos de Autistas (AMA) de Lauro Müller.