Geral

Centro de triagem da coleta seletiva começa a venda de reciclados

O custo será abatido do montante pago pela Prefeitura para a manutenção da coleta.

Foto: Divulgação

O centro de triagem da coleta seletiva de Braço do Norte realizou nesta segunda-feira, 13, a primeira venda de material reciclável, cerca de 26 toneladas de papelão. O custo será abatido do montante pago pela Prefeitura para a manutenção da coleta.

Conforme Carlos Paulino, contratado da Racli (empresa responsável pela coleta, transporte, triagem e venda), para orientar sobre as vendas de materiais recicláveis, o próximo lote a ser vendido deve ser de pets.

O presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Funbama), Robson Fabichaki, e a diretora de departamento Bianca Mendes, estiveram no centro de triagem para acompanhar o embarque dos recicláveis. “A cada mês estamos evoluindo mais na coleta seletiva. Sabemos que este é um trabalho de aprimoramento constante e de muita conscientização dos moradores”, comentou. A Funbama e a Secretaria de Infraestrutura são responsáveis pelo monitoramento da coleta seletiva.

Novidades

A Funbama passará a receber, nas próximas semanas, óleo de cozinha. Os interessados em fazer o descarte poderão levar o óleo na sede da Funbama, em pets de dois litros, localizada na rua Pedro Michels, bairro Nossa Senhora de Fátima. A ação acontece em parceria com a Afubra.

Separação do lixo

O presidente da Funbama, Robson Fabichaki, alerta para os cuidados com a separação do lixo. Lixo úmido inclui: alimentos cozidos e crus, restos de frutas e flores, folhas caídas, entre outros. Por outro lado, papel, plástico, borracha, metais, arame, vidro e etc. se enquadram na categoria de lixo seco.

Outro cuidado que deve ser tomado é com o descarte de agulhas e seringas. O ideal é que estes materiais sejam destinados ao lixo hospitalar. “Eles jamais podem ser descartados no lixo seco, por exemplo, pois corre-se o risco de machucar as pessoas que trabalham na triagem ou, até mesmo, transmitir alguma doença”, lembra Robson

Também é recomendado que as embalagens com comida sejam lavadas, diminuindo o desperdício de embalagens plásticas e aumentando o aproveitamento, retirando mais recicláveis de circulação.

O caminhão da coleta seletiva passa uma vez por semana em cada bairro (no interior o recolhimento ocorre a cada quinze dias), sempre em dias diferentes da coleta convencional.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Braço do Norte

Notícias Relacionadas

Câmera registra momento em que jovem colide moto contra árvore em Orleans; VEJA VÍDEO

Adolescente de 17 anos continua internado em estado grave.

Coleta Seletiva iniciou esta semana em Orleans e trará benefícios aos catadores de recicláveis

Três bairros foram escolhidos inicialmente para a implantação da coleta seletiva de lixo. Desde segunda-feira (23), a população deve separar o lixo orgânico do lixo reciclável. Confira as dicas para a separação dos materiais.

Joãozinho da Farmácia atende em novo endereço em Lauro Müller

Farmácia Nossa Senhora Aparecida muda de endereço, mas mantem tradição de 34 anos atendendo agora em frente a Praça Henrique Lage, ao lado da cabeceira da ponte, na entrada da cidade.

Ladrão encapuzado e armado rouba R$ 450 no Centro de Tubarão

A vítima reagiu e conseguiu desarmar o suspeito, que fugiu com o dinheiro